A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Domingo, 10 de Dezembro de 2017

22/12/2014 12:47

PMDB articula a permanência de quadros técnicos com Azambuja

Leonardo Rocha
Mochi destacou que existem ótimos quadros que poderiam permanecer no governo (Foto: Marcos Ermínio)Mochi destacou que existem ótimos quadros que poderiam permanecer no governo (Foto: Marcos Ermínio)

O deputado Junior Mochi, presidente estadual do PMDB, declarou que o partido articula com o governador eleito, Reinaldo Azambuja (PSDB), a permanência de quadros técnicos da legenda para atuarem no 2° e 3° escalão do governo, que podem contribuir em áreas importantes para gestão tucana.

"Já dissemos que não precisa indicar secretários do PMDB, mas existem quadros do governo que podem contribuir, com a experiência acumulada em 8 anos. Profissionais importantes no 2° e 3° escalão", reforçou o peemedebista.

Mochi ponderou que o novo governador solicitou uma lista de nomes, e que caberá a ele estudar e resolver que servidores poderão ser reaproveitados. "O novo governador sempre faz as suas alterações e resta a ele decidir, tem muita gente boa que poderia ficar, se o Reinaldo entender necessário", acrescentou.

Apoio - O presidente do PMDB voltou a destacar que não houve qualquer pedido ou condição imposta a Reinaldo, para que o PMDB aderisse a sua base aliada. "A nossa bancada (PMDB) está junta com Reinaldo, não nos sentimos em nenhum momento na oposição, e sempre deixamos claro que não queríamos secretarias".

Defesa - Sobre críticas em relação a atual administração, feitas pelo novo governador, Mochi garantiu que todas as discussões são técnicas. "Sempre utilizamos esta postura, existem posições contrárias que fazem parte da democracia, não quer dizer que estamos em lados opostos".



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions