A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Terça-feira, 22 de Agosto de 2017

24/06/2016 12:53

PMDB já conta com 45 pré-candidatos a prefeito em MS, diz Mochi

Partido terá reuniões todas as sextas-feiras para avaliação política

Leonardo Rocha
Mochi diz que a intenção é ter candidato nas principais cidades do Estado (Foto: Fernando Antunes)Mochi diz que a intenção é ter candidato nas principais cidades do Estado (Foto: Fernando Antunes)
Partido já conta com 45 pré-candidatos e esperar ampliar este número até as convenções (Foto: Fernando Antunes)Partido já conta com 45 pré-candidatos e esperar ampliar este número até as convenções (Foto: Fernando Antunes)

A direção estadual do PMDB revelou que já conta com 45 pré-candidatos a prefeito em Mato Grosso do Sul, e pode aumentar até o período das convenções. O objetivo é ter representantes nas principais cidades, para fortalecer a legenda no Estado. Apenas em Três Lagoas, decidiu sair do páreo e apoiar candidato do seu grupo político.

Mochi disse que o partido vai realizar reuniões todas as sextas-feiras, no diretório estadual, para avaliar o cenário político, até as convenções partidárias. "Vamos discutir a situação das cidades, onde teremos candidatos e aquele locais que vamos apoiar outra legenda. Esta avaliação será constante", disse o presidente.

No encontro de hoje, o partido avaliou a situação de alguns municípios, entre eles Rio Verde, onde a legenda quer ter candidato próprio, tendo o nome do ex-prefeito José de Oliveira, que tentaria chegar ao seu quinto mandato. "Vamos tentar convencê-lo para participar do pleito, demos o prazo até o dia 30 para ele decidir", disse Mochi.

Outro tema discutido foi a intervenção do diretório regional, na executiva municipal de Caarapó. A ideia do partido é apoiar a reeleição do atual prefeito, Mário Valério (PR). "Foi uma decisão que tomamos e vamos comunicar nossa base", avaliou.

O PMDB segue com o pré-candidato a prefeito em Dourados, o deputado Renato Câmara. Em Três Lagoas a decisão foi apoiar o empresário Rogerson Rímoli (PDT), que faz parte do grupo político. Já em Campo Grande, após insistência das lideranças, o ex-governador André Puccinelli (PMDB) vai consultar a família, e decide até o dia 30, se vai disputar a eleição.




imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions