A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sexta-feira, 15 de Dezembro de 2017

08/04/2015 14:52

PMDB lidera reunião para rebater dados de auditoria de Reinaldo

Leonardo Rocha
Márcio Fernandes afirmou que grupo irá avaliar os dados apresentados por Azambuja (Foto: Roberto Higa/ALMS)Márcio Fernandes afirmou que grupo irá avaliar os dados apresentados por Azambuja (Foto: Roberto Higa/ALMS)

Os deputados do PMDB e de partidos aliados irão ser reunir amanhã (09), para analisar e comparar os números apresentados pelo governador Reinaldo Azambuja (PSDB), em relação a gestão do ex-governador André Puccinelli (PMDB). A intenção é rebater os dados que mostram que a administração anterior teria deixando R$ 253 milhões em dívidas nas contas do Estado e que faltavam R$ 192 milhões no caixa para concluir as obras inacabadas.

“Nós vamos nos reunir e avaliar estes dados, até porque muitos acompanharam de perto as obras da antiga gestão, vamos comparar estes números, para que tenhamos uma resposta mais qualificada”, disse o deputado Márcio Fernandes (PT do B), que era o vice-líder do governo, na gestão passada na Assembleia Legislativa.

Ele ainda ponderou que o líder do PMDB, na Assembleia, o deputado Eduardo Rocha (PMDB) já requisitou o relatório completo sobre as contas e obras deixadas pela administração passada, justamente para saber os detalhes deste trabalho. “Além desta nossa análise, o ex-governador também deve apresentar seu contraponto”, disse Fernandes.

A deputada Antonieta Amorim (PMDB) ressaltou que até o momento só tiveram acesso aos números apresentados, mas que pode ter existido interpretações diferentes sobre as ações do governo, como no caso dos consignados. “Vamos fazer este levantamento mais apurados, até para bancada do PMDB se posicionar, nós sabemos da ótima gestão do ex-governador”, disse ela. Eles vão definir até o final do dia, o local e o horário do encontro.

Avaliação – O deputado Zé Teixeira (DEM) ponderou que toda auditoria tem seu significado, que é mostrar a situação do governo estadual, ressaltando que o governador Reinaldo Azambuja apenas mostrou a realidade que encontrou. “Ele apresentou o cenário, mas gostei quando disse que era a última vez que olhava para o passado e que seguiria com seus projetos para frente, até porque o Estado tem força e suporte”.

O deputado Ângelo Guerreiro (PSDB) ressaltou que o governo fez apenas o que a população exige, que é colocar todas as ações do executivo de forma transparente e que a realização de uma auditoria é algo essencial na troca de governantes. “Foi tomada uma ação correta de mostrar a situação das contas e obras do Estado”.



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions