A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Domingo, 17 de Dezembro de 2017

29/06/2013 11:11

Popularidade de Dilma despenca 27 pontos após protestos

Paulo Francis
(Presidente da República Dilma Roussef)(Presidente da República Dilma Roussef)

A Datafolha finalizou ontem uma pesquisa que mostra uma grande queda de popularidade da Presidente Dilma Roussef, de 27 pontos em apenas três semanas. Em dois dias, foram ouvidas pela pesquisa 4.717 pessoas em 196 municípios. A margem de erro é de 2 pontos para mais ou para menos.

Em março o índice de aprovação da Presidente era de 65%. No inicio de junho, antes da onda de protestos no país, a aprovação estava em 57%. Hoje apenas 30% dos brasileiros consideram a gestão Dilma boa ou ótima. Essa é a maior redução de aprovação de um presidente entre uma pesquisa e outra desde o mandato do presidente Fernando Collor de Mello, em 1990, quando a poupança dos brasileiros foi confiscada.

Foi perguntado aos entrevistados sobre o desempenho de Dilma frente às manifestações e para 32% sua postura foi ótima ou boa; 38% julgaram como regular; outros 26% avaliaram como ruim ou péssima. Após o início dos protestos, Dilma fez um pronunciamento na TV e propondo um pacto aos governantes, que inclui um plebiscito para a reforma política. A proposta tem apoio de 68%.

Os atuais 30% de aprovação de Dilma coincidem, dentro da margem de erro, com o pior índice do ex-presidente Lula. Em dezembro de 2005, ano do escândalo do mensalão, ele tinha 28%.

Com Fernando Henrique Cardoso (PSDB), a pior fase foi em setembro de 1999, com 13%.

Em relação à pesquisa anterior, o total de brasileiros que julga a gestão Dilma como ruim ou péssima foi de 9% para 25%. Numa escala de 0 a 10, a nota média da presidente caiu de 7,1 para 5,8.

Continua em alta a expectativa de a inflação aumentar. Foi de 51% para 54%. Para 44% o desemprego vai crescer, ante 36% na pesquisa anterior. E para 38%, o poder de compra do salário vai cair --antes eram 27%.

As expectativas em relação à economia também diminuíram. A avaliação da gestão econômica foi de 49% para 27%.

Assembleia vota prorrogação de adesão a fundo que regula incentivos fiscais
A prorrogação até 30 de dezembro do prazo para que empresas beneficiadas com incentivos fiscais concedidos pelo governo do Estado se inscrevam no Fad...
Governo do Estado investe R$ 9,2 milhões em infraestrutura em Caracol
Caracol vai receber mais de R$ 2,8 milhões em obras a serem executadas pelo Governo do Estado em parceria com a prefeitura e deputados federais e est...


eu já sabia que esse tal de PT era isso igual o tal bernal.
 
samuel alves em 29/06/2013 17:15:15
Parece que finalmente o BRASIL acordou.
 
Nilson André em 29/06/2013 11:30:47
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions