A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Terça-feira, 12 de Dezembro de 2017

03/12/2010 14:26

PPS pede abertura de comissão que pode cassar vereadores

Fernanda França

Parlamentares afastados depois da Operação Uragano podem perder mandatos

O diretório do PPS de Dourados protocolou nesta manhã pedido de abertura de uma Comissão Processante para apurar o envolvimento de oito vereadores em esquema de corrupção e recebimento de propina.

A solicitação foi entregue à Mesa Diretora da Câmara pelo presidente municipal do partido, Anivaldo Evangelista Santana.

A Comissão Processante pode resultar na cassação dos oito vereadores denunciados pela Operação Uragano, da Polícia Federal. A maioria deles foi flagrada recebendo dinheiro ilícito para aprovar projetos de interesse da prefeitura de Dourados.

Ao todo, nove vereadores estão envolvidos no esquema, mas o então presidente da Câmara, Sidlei Alves, renunciou ao mandato na tarde da última quarta-feira. Ele também encaminhou ao DEM sua carta de desfiliação.

Outros dois parlamentares citados no escândalo político permanecem atrás das grades: Edivaldo Moreira (PDT) e o então primeiro-secretário da Mesa Diretora, Júnior Teixeira (PDT).

Os vereadores Zezinho da Farmácia (PSDB), Paulo Henrique Bambu (DEM), Tio Júlio (PRB), Aurélio Bonatto (PDT), José Carlos Cimatti (PSB) e Marcelo Barros (DEM), estão afastados dos cargos.

De acordo com o presidente do PPS, a solicitação deve ser votada na sessão da próxima segunda-feira.

Na opinião do dirigente partidário, a melhor opção para eles seria a renúncia, para evitar todo este processo traumático. “No entanto, a população de Dourados cobra essa cassação e a classe política não pode se omitir”, concluiu.

Reforma da Previdência deve ser votada na semana que vem, diz Meirelles
A reforma da Previdência deve ser votada na semana que vem, de acordo com o ministro da Fazenda Henrique Meirelles. A declaração foi dada na noite de...
Quanto mais reforma demorar, mais dura será correção, diz ministro
Caso o governo não consiga aprovar a reforma da Previdência ainda este ano, conseguirá em 2018, disse hoje (11) o ministro do Planejamento, Dyogo Oli...


imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions