ACOMPANHE-NOS     Campo Grande News no Facebook Campo Grande News no Twitter Campo Grande News no Instagram
ABRIL, TERÇA  16    CAMPO GRANDE 24º

Política

Prefeita justifica supersalário de R$ 70 mil a auditores como motivação extra

Servidores ganham R$ 29 mil; índice é maior que o salário de desembargadores de MS

Por Natália Olliver e Caroline Maldonado | 01/12/2023 11:59
Prefeita Adriane Lopes afirmou que categoria pede benefício há anos (Foto: Marcos Maluf)
Prefeita Adriane Lopes afirmou que categoria pede benefício há anos (Foto: Marcos Maluf)

A prefeita Adriane Lopes (PP) justificou o reajuste no salário dos auditores fiscais municipais como uma forma de motivação extra. A remuneração sairá de R$ 29 mil e pode chegar a até R$ 70 mil, mais auxílios e vales. O supersalário ultrapassa o recebido por desembargadores em Mato Grosso do Sul, por exemplo, que recebem R$ 37,5 mil, e supera qualquer trabalhador municipal, que ganha, em média, R$ 6 mil.

O projeto de lei, que garante benefício extra por desempenho, foi aprovado em regime de urgência, por 24 votos favoráveis e 2 contrários. A votação ocorreu na Câmara Municipal de Campo Grande, na manhã desta quinta-feira (30). A modificação aprovada retira da lei, que regulamenta a carreira, o limite para esse tipo de adicional, por isso a remuneração pode ser tão exorbitante.

Ao Campo Grande News, Adriane ressalta que o pedido de aumento estava sendo cobrado pela categoria há anos e que a medida prevê aumentar a arrecadação do município.

“Algumas categorias não foram atendidas. Então agora, depois de ter atendido a maioria das categorias, os auditores também pediram algo que era do interesse deles há muitos anos. Então, se eles aumentarem a produtividade, eles também terão um bônus. Porque nós precisamos avançar na  arrecadação da cidade para investir mais.”

O vereador Carlos Augusto Borges, conhecido como Carlão (PSB), explicou na sessão de ontem na assembleia que o reajuste não se trata de um aumento nos salários, mas sim de incentivos. Para obter o superbônus, os servidores não podem zerar o VDI (Valor Referente ao Desempenho Individual), que é uma pontuação de produtividade de cada servidor da arrecadação.

“Não é um aumento de salário, eles só vão ganhar se aumentar a produtividade. Hoje, o teto dos autores fiscais é de R$ 29 mil, com esses bônus a remuneração pode chegar a R$ 70 mil.”

Além do salário, os servidores receberão R$ 5 mil pagos apenas como auxílio-transporte. O valor equivale a uma bonificação de R$ 166,66 por dia.

Auxílio - Outro projeto aprovado por unanimidade altera o auxílio transporte dos auditores fiscais da Semadur (Secretaria Municipal de Meio Ambiente e Desenvolvimento Urbano). Conforme consta no documento, a indenização de transporte será auferida mensalmente pelo auditor de fiscal de cadastro e urbanismo e pelo auditor fiscal de meio ambiente no valor correspondente a 15% de seu adicional de fiscalização.

Receba as principais notícias do Estado pelo Whats. Clique aqui para acessar o canal do Campo Grande News.

Nos siga no Google Notícias