A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quarta-feira, 13 de Dezembro de 2017

02/03/2011 07:25

Prefeito assina convênio para construção de escola e entrega kits

Fabiano Arruda

Entrega de kits escolares começou na semana passada

Trad prossegue hoje com entrega de kits escolares. (Foto: João Garrigó)Trad prossegue hoje com entrega de kits escolares. (Foto: João Garrigó)

O prefeito de Campo Grande, Nelson Trad Filho (PMDB), assina convênio, nesta quarta-feira, às 11 horas, com a empresa MRV Engenharia.

Segundo divulgado pela Prefeitura, a MRV deve construir uma escola no Residencial Oiti, no bairro Maria Aparecida Pedrossian.

Além deste compromisso, o prefeito dá continuidade a entrega de kits escolares para alunos dos Ceinfs e escolas da Reme (Rede Municipal de Ensino).

A entrega, que ocorre durante todo o dia de hoje, começou na segunda-feira da semana passada.

Ao todo, mais de 100 mil alunos da educação infantil e ensino fundamental vão receber uniformes e materiais escolar.

Cada kit contém duas camisetas, uma bermuda, um par de tênis, mochila, agenda do estudante, caderno, lápis, borracha, régua, tubo de cola e apontador.

Uma das inovações neste ano feita pela Secretaria Municipal de Educação é que o material traz desenhos e frases feitas pelos próprios alunos da Reme abordando a prevenção e o combate à dengue.

Ao todos, são 92 escolas, sendo oito na zona rural, e 96 Ceinfs, que devem ser visitadas pelo prefeito.



Estar assinando convênios é importante para abrir mais espaços as crianças e adolescentes que queiram estudar. Mas a prefeitura deveria também olhar para as escolas municipais que estão em reforma. A escola municipal Prof. Luis Antonio de Sá Carvalho, sito à rua Goiás 1362, vila Célia, está em reforma desde o mês de agosto do ano passado e sem previsão de conclusão da obra. Diz o empreiteiro que só irá continuar o serviço, após receber do Executivo Municipal. Isto não é certo, pois estão dificultando o processo de ensino-aprendizagem de nossos alunos. Como foi aprovada essa reforma? Se houve a licitação é porque tinha previsão de recursos. E agora?
 
Álvaro Roberto em 02/03/2011 12:41:18
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions