A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Segunda-feira, 18 de Dezembro de 2017

08/07/2011 21:40

Prefeito de Aquidauana é afastado pela 3ª vez no trimestre

Paulo Fernandes
Prefeito de Aquidauana, Fauzi Suleiman foi afastado do cargo duas vezes na mesma semana (Foto: Anastácio Notícias)Prefeito de Aquidauana, Fauzi Suleiman foi afastado do cargo duas vezes na mesma semana (Foto: Anastácio Notícias)

O prefeito de Aquidauana, Fauzi Suleiman, foi afastado novamente do cargo nesta sexta-feira. Foi a 3ª vez nos últimos três meses e a 2ª somente nesta semana. A decisão cabe recurso.

As três decisões pelo afastamento do prefeito foram do juiz da 2ª Vara Cível de Aquidauana, José de Andrade Neto.

Com Fauzi, foi afastada também a gerente de Desenvolvimento Social e Economia Solidária, Eva Enilde Franco Fernandes.

O afastamento imediato deles é pelo prazo 180 dias ou até que seja encerrada a instrução processual.

Na decisão, o magistrado adverte que “caso sejam flagrados frequentando algum órgão público após a intimação (a não se na condição de cidadãos) ou mesmo exercendo de fato as funções das quais foram afastados, serão considerados em flagrante delito de crime de desobediência”.

Fauzi e Eva terão 15 dias para se manifestar da decisão (contados da juntada do mandado no processo).

O último retorno ao cargo de Fauzi havia sido na anteontem, quando o desembargador Luiz Tadeu, da 5ª Turma Cível, concedeu uma liminar (decisão provisória).

A defesa de Fauzi havia argumentado que o MPE (Ministério Público Estadual) teve acesso a todos os ofícios solicitados e, portanto, não haveria motivo para o chefe do Executivo permanecer afastado.

O prefeito é acusado de violação aos princípios da administração pública na contratação de servidores. Ao assumir o mandato, em 2009 - diz o MPE (Ministério Público Estadual) - Fauzi demitiu servidores concursados e contratados para chamar outros que não haviam enfrentado um processo seletivo.

De acordo com o site Anastácio Notícias, a Prefeitura deverá ficar novamente sob comando do vice-prefeito Vanildo Neves (PSDB), que é irmão do conselheiro do TCE (Tribunal de Contas do Estado) e ex-deputado Waldir Neves.



Em quem devemos acreditar?
será que isso que esta acontecendo é de interesse público?
será que nossa cidade tem a ganhar com essa situação intranquila?
será que não seria melhor aguardar o resultado das investigações?
será que não seria melhor deixar o Prefeito trabalhar em PAZ enquanto espera o veridicto final?
será que quem esta por traz dessa presepada toda pensa realmente no melhor para o povo de Aquidauana????
será que pensam que no final terão resultado favorável naquilo que realmente pleiteiam?
o Povo não é tão insensível assim não...
Vcs verão os resultados das urnas nas próximas eleições...
 
leda maria em 09/07/2011 08:55:48
Diante de tantos fatos porque o povo não se manifesta e faça sua análise dos fatos que estão ocorrendo, pois o que parece os caciques querem manter um mau parlamentar no poder e por outro lado outros querem seu lugar para continuar e abafar as falcatruas, não seria um caso semelhante ao de Dourados....
 
Marco A. Momesso em 09/07/2011 07:51:21
Ja virou uma bagunça, daqui a pouco quem tem que sentir vergonha sao os juizes que nao se entendem na decisao ...... chega de ser engracado , estao rindo da gente e nos estamos rindo deles ..... hahahhahahah.
 
Fernanda Silva Santos em 09/07/2011 05:32:04
É hoje vivemos num mundo cuja regra é ser pensar somente em si mesmo, enquanto trabalhar para a população passa ser coisa errada, exceção. Triste é saber que ainda restam infinitos recursos para este cidadão, pois nossa justiça é uma verdadeira piada. Infelizmente se passarmos os municípios por uma auditoria de verdade, não esta do tribunal de contas do estado, mas uma realmente séria, 98% dos municípios vão ficar sem prefeitos, vereadores, secretários, etc....Só nos resta educar nossos filhos para serem diferentes.....
 
Cláudio Roberto de Oliveira em 09/07/2011 02:35:42
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions