A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quinta-feira, 17 de Agosto de 2017

01/08/2017 09:48

Prefeito diz que vai reduzir carga horária e ainda avalia incorporar abono

Trata-se de negociação com servidores da Referência 14, que querem incorporação de R$ 725 de abono em salário

Mayara Bueno e Richelieu de Carlo
Prefeito de Campo Grande, Marquinhos Trad, PSD.(Foto: Richelieu de Carlo).Prefeito de Campo Grande, Marquinhos Trad, PSD.(Foto: Richelieu de Carlo).

Única categoria cujo reajuste ainda não foi oficializado, servidores da chamada Referência 14, que é quem tem nível superior, terão carga horária de 30 horas semanais. O prefeito de Campo Grande, Marquinhos Trad, confirmou a concessão do pedido, mas evitou falar sobre a incorporação de abonos no salário.

“Nós vamos conceder”, disse apenas sobre a redução da carga horária atual de 40 horas para 30, a exemplo do que ocorreu com os enfermeiros. Assim que prefeitura e categoria entrarem em acordo, o projeto de lei será enviado à Câmara Municipal de Campo Grande, que precisa aprovar.

Na ocasião em que foram assinados os reajuste de quatro categorias, em julho, a secretária de Gestão, Maria das Graças Macedo, disse que a prefeitura ainda negociava com os servidores da referência 14. Afirmou na ocasião que estava sendo feito um estudo de impacto zero para incorporar R$ 725 de abono no salário. 

Hoje, o prefeito não entrou em detalhes, disse apenas que continua negociação e que os funcionários "sairão satisfeitos".




imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions