A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Segunda-feira, 18 de Dezembro de 2017

11/06/2012 11:40

Prefeito lança feira do livro e sonha que Capital se torne "uma Paraty"

Francisco Júnior e Luciana Brazil
Durante pronunciamento, prefeito utilizou microfone que será entregue para casa escola municipal. (Foto: Minamar Júnior)Durante pronunciamento, prefeito utilizou microfone que será entregue para casa escola municipal. (Foto: Minamar Júnior)

O prefeito de Campo Grande, Nelson Trad Filho (PMDB), lançou nesta segunda-feira (11) a 1° Feira Escolar de Mato Grosso do Sul. A solenidade, que aconteceu na Semed (Secretaria Municipal de Educação), reuniu professores e diretores de escolas municipais.

Em seu discurso, o prefeito destacou que o evento é “importante não só para as escolas da Reme (Rede Municipal de Ensino), mas para as todas as escolas e para toda a cidade”, disse.

Trad revelou ainda que sonha um dia que a Capital tenha uma evento da importância do realizado em Paraty, no Rio de Janeiro. “Eu imaginei Campo Grande como a feira de livro de Paraty, onde se forma um caldo de cultura”. A cidade fluminense sedia anualmente a FLIP (Festa Literária Internacional de Paraty), encontro que reúne escritores nacionais e internacionais.

A Primeira Feira Escolar de Mato Grosso do Sul vai ser realizada de 20 a 25 de junho simultaneamente em Campo Grande, Dourados e Três Lagoas. Na Capital, o evento será no Armazém Cultural.

Conforme o secretário Municipal de Educação, Volmar Vicente Filippin, todos os municípios do Estado estarão envolvidos na feira, realizada em uma parceria da prefeitura, governo estadual e Biblioteca Nacional do Livro.

Durante a solenidade, a coordenadora do Meio Ambiente da Enersul, Ana Luzia Batista Abrão, entregou os kits escolares contendo livros com temáticas voltadas para a educação ambiental.

Na ocasião, o prefeito entregou ainda um microfone auricular para cada escola municipal. Essa iniciativa veio através de um projeto de lei de autoria da vereadora Professora Rose.

Trad informou que os professores utilizarão o equipamento em sala de aula como teste e depois responderão a um questionário. “ Caso seja aprovada, a prefeitura irá abrir licitação para comprar microfones para cada sala de aula das escolas municipais”, disse. O prefeito chegou a testar o microfone durante seu pronunciamento.

Na solenidade, o escritor Nelson Vieira fez a entrega de um exemplar para cada escola da Reme do livro de crônicas de sua autoria: “Cotidiano Crônicas”.



Precisa é contratar primeiramente bibliotecarios pois não existe nem na rede municipal nem na estadual,pois Paraty até nos bares e restaurantes existe um, então povo campograndense vamos continuar sonhando, e morando em uma capital co m cara de interior do norte do Brasil
 
Alberto kemps em 11/06/2012 03:23:01
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions