A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Segunda-feira, 19 de Agosto de 2019

18/08/2009 17:35

Prefeito nega enriquecimento e quer denunciar antecessor

Redação

O prefeito de Japorã, Rubens Freire Marinho, o Rubão do PT, negou as denúncias de enriquecimento ilícito e irregularidade nos gastos com combustíveis. Ele concedeu entrevista coletiva nesta terça-feira para negar as denúncias do MPE (Ministério Público Estadual), que conseguiu afastá-lo do cargo por 20 dias no mês de julho deste ano.

"O Ministério Público me acusa de enriquecimento ilícito e leva em

consideração a movimentação financeira no Iagro para chegar a essa

conclusão. Acontece que eu trabalho com arrendamento de pastos, e

toda vez que vence o contrato e o criador precisa mudar de pasto ele tem

que pagar a GTA (Guia de Transito Animal) e declarar o valor de cada

animal. Neste caso, não se trata de um gado novo, mas exatamente do mesmo

animal. Não houve uma venda ou compra de um gado que já é seu", comentou Rubão.

Na entrevista coletiva, Rubão disse que tem a consciência tranqüila

de quem sempre agiu dentro da lei e que não tem fundamento a acusação do

Ministério Público de que teria causado prejuízo de R$ 905.598,32 aos

cofres públicos.

"Estou tranqüilo. Comprovadamente, na minha gestão os gastos com o

uso de combustíveis são muito menores do que em gestões anteriores, e

tenho comigo todos os documentos que comprovam esses gastos. Estão e

sempre estiveram à disposição de quem quiser conferir, mas

infelizmente nunca foram requisitados pelo Ministério Público",

declarou o prefeito.

Ataque

imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions