ACOMPANHE-NOS    
JULHO, SÁBADO  24    CAMPO GRANDE 32º

Política

Prefeitura diz que atenderá pedido para exonerar servidores

Recomendação do Ministério Público deu prazo de 10 dias para exoneração dos servidores

Por Ana Paula Chuva | 31/03/2021 13:16
Prefeito de Corumbá, Marcelo Iunes, assina documento em evento (Foto: Divulgação)
Prefeito de Corumbá, Marcelo Iunes, assina documento em evento (Foto: Divulgação)

A prefeitura de Corumbá, cidade a 429 quilômetros e Campo Grande, afirmou que se manifestará pelo acatamento da recomendação do Ministério Público Estadual de exonerar servidores nomeados para cargos comissionados que exerçam “técnicas, burocráticas ou ordinárias e que, portanto, não desempenhem atividade de assessoramento, chefia ou direção”.

No pedido, publicado na edição desta quarta-feira (31) do Diário da Oficial e assinado pelo promotor Luciano Bordignon Conte, da 5ª Promotoria de Justiça de Defesa do Patrimônio Público e Social do município, o prazo é de 10 dias para exoneração.

Em resposta ao Campo Grande News, no começo da tarde de hoje, a prefeitura afirmou que a recomendação se refere a um caso específico de um único servidor comissionado, que inclusive foi exonerado em maio de 2020.

“Não obstante isso, a Prefeitura manifestará pelo acatamento da recomendação do Ministério Público.”, encerra a nota.

Na recomendação, o promotor destaca que a nomeação fere o artigo 37 da Constituição, citando o inciso V, que determina que os cargos em comissão são apenas para cargos de direção, chefia e assessoramento.

 “A nomeação de servidor comissionado para desempenhar atribuições típicas de funcionário público efetivo configura burla a regra geral de investidura a cargo público mediante prévia aprovação em concurso público”, completa o promotor, advertindo ainda que o MP adotará medidas judiciais caso a recomendação não seja obedecida.

Nos siga no Google Notícias
Regras de comentário