A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Domingo, 24 de Março de 2019

31/10/2018 11:01

Prefeitura tem projeto para rodoviária abandonada e tenta verba em Brasília

Local ainda possui comércio, mas aguarda solução há pelo menos 10 anos, quando foi desativado

Mayara Bueno
Projeto de como o terminal antigo vai ficar quando passar por reforma. (Foto: Reprodução/Projeto).Projeto de como o terminal antigo vai ficar quando passar por reforma. (Foto: Reprodução/Projeto).

A Prefeitura de Campo Grande pleiteia em Brasília verba para colocar em prática um projeto de reforma da antiga rodoviária, localizada no Bairro Amambaí. Nesta quarta-feira (dia 31), o chefe do Executivo municipal, Marquinhos Trad (PSD), se reúne com o ministro da Secretaria de Governo da presidência da República, Carlos Marun. Os dois se encontram, ainda, com a bancada federal de Mato Grosso do Sul, em reunião que deve ocorrer no Senado.

Segundo o prefeito, a pauta principal será projetos de recapeamento pela cidade e a liberação de verbas para asfaltamento de vias dos bairros Rita Vieira e Nova Campo Grande, além de recurso para revitalização da rodoviária antiga, projeto que, sozinho, está orçado em R$ 15,5 milhões.

A Prefeitura da Capital não passou, por enquanto, detalhes sobre os demais projetos, nem valores. Contudo, no que diz respeito à rodoviária antiga, serão recuperados os 6 mil m² de área pública, porque o restante pertence à associação de comerciantes do local. O serviço de transporte foi desativado há 10 anos, quando um novo terminal rodoviário foi aberto, na Avenida Gury Marques.

Desde então, diversas promessas e ideias foram levantadas para aquele local, mas nunca saíram do papel, e geram reclamação de moradores e comerciantes da região, em virtude do abandono de políticas públicas que possam devolver vida ao espaço.

Por enquanto, algumas lojas funcionam dentro e fora do terminal, mas também há moradores de ruas. Não se sabe, ainda, qual área será contemplada pela reforma, porque o prédio tem partes públicas e também privadas. 

O grupo vai conversar também com o senador Waldemir Moka (MDB), que é relator-geral do Orçamento da União de 2019. O documento prevê a receita, despesas e os investimentos do governo federal no próximo ano.

Imagem do projeto previsto para área pública do terminal. (Foto: Reprodução/Projeto).Imagem do projeto previsto para área pública do terminal. (Foto: Reprodução/Projeto).


imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions