ACOMPANHE-NOS    
AGOSTO, QUINTA  11    CAMPO GRANDE 15º

Política

Presidente da Comissão Processante diz que Bernal não termina mandato

Por Kleber Clajus | 16/10/2013 09:01
Peemedebista prevê que Comissão Processante também pode ter relatório fechado antes do prazo (Foto: Cleber Gellio)
Peemedebista prevê que Comissão Processante também pode ter relatório fechado antes do prazo (Foto: Cleber Gellio)

O vereador e presidente da Comissão Processante, vereador Edil Albuquerque (PMDB), acredita que o prefeito de Campo Grande, Alcides Bernal (PP), não "chega ao fim do mandato". A declaração foi feita hoje no programa Tribuna Livre, da FM Capital 95,9.

“Tenho certeza que o Bernal não acaba o mandato, porque ele não vai aguentar essa pressão e cobrança por uma pessoa que se enclausurou e não deu atenção aos nossos pedidos e solicitações”, afirmou Edil ao considerar também que a cidade retrocedeu nos quesitos desenvolvimento e interlocução política.

Sobre os trabalhos da Comissão, que pode cassar o mandato de Bernal, Edil ressaltou que os trabalhos vão ser conduzidos de forma a garantir a “lisura e responsabilidade”, dando ao prefeito todas as condições para ampla defesa.

Quanto à possibilidade de pedir o afastamento do chefe do Executivo, Edil aponta que “essa decisão cabe a Justiça determinar”. Ele também esclarece que o grupo, que possui relatoria de Flávio César (PT do B) e como membro Alceu Bueno (PSL), vai se “ater ao rito pré-determinado pelo Decreto 201 e elaborar o relatório”.

“Temos cinco dias para analisar a denúncia e dar os encaminhamentos. Não se trata de cassação, mas de um rito de investigação. Ele [Bernal] vai ter a segunda chance. Também vamos entregar a denúncia impressa e em CD para a defesa que terá 10 dias para ir a Câmara se explicar”, apontou Edil.

O peemedebista também refuta a possibilidade de que a cidade seja prejudicada durante o período de investigação. “Ela é uma Comissão que atua de forma individual e de jeito nenhum a cidade de campo grande pode ser prejudicada”.

O relatório ter prazo de entrega antecipado. Previsto para ser entregue em 90 dias, Edil aponta o desejo de fechá-lo em 60 dias. “Com toda certeza entregaremos o mais rápido possível. Noventa dias para nós não é prazo, pretendemos entregar em até 60 dias”, disse.

Nos siga no Google Notícias