A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Segunda-feira, 11 de Dezembro de 2017

18/01/2011 14:59

TRE não reconhece candidatura de ELias Ishy

Paulo Fernandes

Caso do veredor não é o mesmo de um candidato é impugnado.

O presidente do TRE/MS (Tribunal Regional Eleitoral), Desembargador Luiz Carlos Santini, afirmou nesta terça-feira que para a Justiça Eleitoral, o vereador Elias Ishy não é considerado candidato. A declaração foi feita durante a divisão do horário da propaganda eleitoral no rádio e na televisão, no cartório da 18ª Zona Eleitoral, em Dourados.

Santini pediu para os jornalistas esclarecerem à população que a situação de Elias Ishy não é a mesma de um candidato impugnado. "Não existe essa quinta candidatura. O caso do Elias Ishy não é o mesmo quando um candidato é impugnado e pode fazer campanha enquanto recorre. Não existe essa candidatura. O partido tomou outra decisão que é soberana", afirmou.

Para a divisão do horário de propaganda, Elias Ishy sequer foi convidado e nem mandou representante. Ele não terá tempo de propaganda na TV até mesmo por uma impossibilidade jurídica, já que o PT faz parte da coligação de Murilo Zauith (DEM), contribuindo no tempo de propaganda daquele candidato.

“Estou analisando juridicamente se recorro. A decisão será jurídica. Vamos buscar os meios legais”, afirmou o vereador Elias Ishy. Ele preferiu não comentar a decisão do TRE e nem a declaração do presidente do tribunal.

Ontem, o TRE negou por unanimidade o registro de candidato ao vereador. Os juízes eleitorais não chegaram sequer a julgar o mérito do recurso porque entenderam que existe uma impossibilidade jurídica de Elias Ishy ser candidato por ele não ter sido escolhido em convenção.

São candidatos a prefeito de Dourados: o ex-vice-governador Murilo Zauith (DEM), o líder sindical Geraldo Salles (PSDC), o professor de matemática Genival Antônio Valeretto (PMN) e o cabeleireiro José de Araújo (PSOL).



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions