A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sábado, 16 de Dezembro de 2017

28/07/2016 08:25

Prestação de contas deve ser enviada à Justiça Eleitoral a cada 72h

Aline dos Santos
Justiça Eleitoral deve receber dados a cada 72 horas de gastos de candidatos. (Foto: Marcos Ermínio)Justiça Eleitoral deve receber dados a cada 72 horas de gastos de candidatos. (Foto: Marcos Ermínio)

As eleições municipais deste ano tem novidade sobre a prestação de contas: as doações recebidas e os gastos de campanha devem ser informados a cada 72 horas à Justiça Eleitoral, contados do recebimento do crédito em conta corrente.

Antes, as informações sobre o financiamento da campanha eram repassadas na primeira parcial, segunda parcial e prestação final.

De acordo com o TSE (Tribunal Superior Eleitoral), não há sanção prevista para quem não apresentar os dados em 72 horas. Porém, o maior efeito será a falta de transparência em relação ao eleitor.

A Justiça Eleitoral recebe dos bancos os extratos eletrônicos das campanhas e, caso um candidato deixe de informar as suas contas, qualquer cidadão poderá verificar a ausência de informações.

Os dados de prestação de contas de campanha passarão a ser disponibilizadas no site de divulgação de candidaturas a partir de 15 de agosto, data limite para que os candidatos e partidos tenham cumprido os pré-requisitos exigidos para o início das arrecadações. Neste ano, também foi vetada a doação por empresas para candidatos. 

Nas eleições municipais, que acontecem em 2 de outubro, serão eleitos prefeitos e vereadores. Mato Grosso do Sul tem 1.875.869 eleitores.



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions