A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sábado, 16 de Dezembro de 2017

07/08/2013 22:16

Projeto proíbe paralisação de obras na troca de governo em MS

Vinicius Squinelo

Para evitar prejuízos à população com a paralisação de obras, o deputado estadual Marquinhos Trad (PMDB) apresentou, nesta quarta-feira (7), projeto de lei a fim de impedir a interrupção de políticas públicas em curso por ocasião de mudança de gestão, sem justificativa legal.

“Principalmente nos últimos 20 anos, a descontinuidade das ações é visível e indiscutível, ainda mais quando partido opositor vence as eleições e assume a sucessão. Quem sai perdendo é a população e isso não pode mais acontecer”, defendeu Marquinhos.

A proposta veda também a alteração pura e simples de nome do programa ou projeto de governo no caso de as ações desenvolvidas apresentarem as mesmas características e especificidades. “Essa é outra prática muito comum nas mudanças de gestão para abonar obra alheia, principalmente as que estão dando certo”, comentou o parlamentar.

Exceções - O projeto, no entanto, prevê exceções. Por exemplo, com parecer de auditor independente revelando descumprimento das metas e objetivos, o governo poderá suspender o programa.

Outra possibilidade para paralisar a ação é apresentar manifestação de comissão temática da Assembleia Legislativa ou proposta a fim de aperfeiçoar o programa para melhor execução do investimento.

O descumprimento da regra acarretará multa ao Executivo na ordem de 10 mil UFERMS (cerca de R$ 150 mil) mais 5% do valor total previsto da obra não foi concluída.

Para começar a vigorar o projeto, apresentado em parceria com o deputado estadual Lídio Lopes, é necessário o aval da Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) e da maioria simples dos 24 parlamentares.

Temer diz que adiamento da reforma da Previdência foi 'ótimo' para ganhar votos
O presidente Michel Temer procurou mostrar otimismo ao falar sobre a reforma da Previdência ao dar posse ao deputado federal Carlos Marun (PMDB-MS) c...
Diretor da PF entrega ao STF relatório de investigação sobre ministros
O diretor-geral da Polícia Federal, Fernando Segóvia, entregou hoje (15) à ministra Cármen Lúcia, presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), um re...
TRE realiza plantão para cadastramento biométrico neste sábado na Capital
O TRE-MS (Tribunal Regional Eleitoral de Mato Grosso do Sul) realiza neste sábado mais um plantão para atender eleitores de Campo Grande que ainda nã...


Pena que não temos muitos Marquinhos na Política. Isso tem de ser aprovado porque quem assume não é dono para fazer o que quer.
 
luiz alves em 08/08/2013 07:39:10
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions