A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Segunda-feira, 11 de Dezembro de 2017

11/04/2008 15:35

Projeto sobre salário na PM esperado para semana que vem

Redação

Enquanto os policiais civis protestam com operação tartaruga nas delegacias contra o projeto de reajuste dos salários apresentado pelo governo, na outra polícia estadual, a Militar, a expectativa é de que, na semana que vem, chegue à Asssembléia Legislativa um projeto de lei que tenta corrigir, mesmo que parcialmente, um problema crônico na tropa, a folha de pagamento com distorções salariais para a mesma função que passam de 100%. Um salário de soldado, por exemplo, pode ter até quatro valores distintos, culpa das brigas judiciais entre governo e militares que se arrastam desde 2000, quando houve mudança na formação dos salários, que acabou não sendo colocada em prática pelo governo, gerando demandas judiciais.

O projeto que é aguardado pelos policiais militares é fruto de um estudo que estava em andamento nala PGE (Procuradoria-Geral de Mato Grosso do Sul). Ele traz uma nova alteração na remuneração da categoria, fixando um subsídio único para os salários, que hoje são formados por quatro itens (o soldo, o adicional miliar, o adicional por tempo de serviço e a habilitação policial militar, valor relacionado aos cursos de formação feitos pelos PMs). O subsídio, conforme está proposto, teria aumento automático a cada qüinqüênio completado.

Acordo de novo - Na mesma proposta, o governo pede autorização para fazer acordos extra-judiciais com a parte da tropa que não o fez quando a mesma medida foi adotada no governo Zeca do PT. São cerca de 1,2 mil integrantes da corporação.

imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions