A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quarta-feira, 13 de Dezembro de 2017

13/11/2010 13:36

Propina do lixo causou rombo de R$ 15 mi em Dourados

Redação

O serviço de coleta de lixo em Dourados, cidade localizada a 233 quilômetros de Campo Grande, foi lesado em pelo menos R$ 15 milhões por conta do pagamento de propina e desvios dentro da Secretaria de Serviços Urbanos. , efetuados por integrantes do primeiro escalão da prefeitura durante a gestão do ex-prefeito Ari Artuzi, que permanece preso.

No relatório elaborado pela CGU (Controladoria Geral da União), o "bando" que administrativa o esquema de propina era composto por integrantes do alto escalão.

Além de Artuzi, participavam do esquema o vice-prefeito Carlinhos Cantor, o ex-secretário de Governo Darci Caldo, a ex-secretária de Administração Tatiane Moreno e o ex-secretário de Serviços Urbanos, Cláudio Marcelo Hall.

O grupo tinha auxílio de empresários de uma prestadora de serviço em coleta de lixo. Em denúncia apresentada pelo Ministério Público Estadual, o vice-prefeito Carlinhos Cantor teria cobrado propina de R$ 20 mil da secretaria. O dinheiro foi utilizado para o pagamento da defesa dele no processo judicial originário da Operação Brothers, desencadeada pela Polícia Federal em julho de 2009.

O relatório da CGU detectou que a prestação do serviço de coleta pela empresa

imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions