A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Segunda-feira, 23 de Abril de 2018

18/06/2010 11:42

PSB refaz contas e já considera apoiar projeto de André

Redação

Após "refazer contas", o PSB de Mato Grosso do Sul, que tendia a apoiar a candidatura de Zeca do PT ao governo do Estado, está ainda mais dividido e já considera a possibilidade de dar sustentação ao projeto de reeleição do governador André Puccinelli (PMDB).

O presidente regional do partido, Sérgio Assis, disse que a tendência inicial era de aliança com o PT. Porém, após partidos como PRB, PTB e PTN terem desistido da chapa petista para apoiar Puccinelli, as coisas mudaram.

"Hoje a coisa está dividida. Inicialmente, quando esses partidos estavam com o PT, a tendência era essa, mas agora mudou, a chapa ficaria com poucos candidatos, teríamos menos chance", analisou.

Outro entrave é a resistência do PV em formar um "chapão" com PSB, PDT, PSL e PCdoB. A chapa principal de apoio a Zeca seria integrada por PT e PP.

"Hoje esse chapão não teria nem 60 candidatos, rachado então fica difícil", afirmou, detalhando que o PDT, o maior partido deste grupo, indicaria no máximo 10 candidatos nesta composição.

Se o PSB decidir apoiar a reeleição de Puccinelli, deve ficar na chamada "chapinha", formada também por PSC, PMN, PTC, PTN e PTB.

PSDC e PHS podem tanto ficar neste grupo quanto na chapa intermediária, formada ainda por PTdoB, PRTB, PPS e PRB.

Crítica

imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions