A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sexta-feira, 15 de Dezembro de 2017

27/01/2015 18:25

PT admite dividir cargos federais no Estado com PMDB

Aliados federais, segundo escalão da presidente Dilma concentra cerca de 40 cargos

Juliene Katayama

Os mais de 40 cargos federais em Mato Grosso do Sul devem ser partilhados entre os aliados do governo federal, incluindo o PMDB, que é adversário do PT no Estado. O deputado federal Vander Loubet (PT) disse que a bancada vai se reunir depois da posse no dia 1º de fevereiro.

O petista diz que nada foi discutido, mas não descarta a divisão com os aliados do governo federal. “Quem está na base vai ser contemplado. Algumas (mudanças) são necessárias”, afirmou o parlamentar que é líder da bancada federal do Estado.

Segundo Vander, a reunião será entre ele, os deputados federais Zeca do PT e Dagoberto Nogueira (PDT) e o senador Delcídio do Amaral (PT) depois da posse que vai acontecer no dia 1º de fevereiro.

Além do PMDB, também integra a base aliada federal o PR. O deputado federal Edson Giroto (PR) teria sido cotado para comandar o Dnit (Departamento Nacional de Infraestrutura de Transporte), um dos cargos mais importantes.

Zeca já tinha falado em trocar os titulares de algumas pastas do segundo escalão por “infidelidade” à presidente Dilma Rousseff. Conforme o petista, “alguns não fizeram campanha e, pior, fizeram campanha contra”.

Presidente Michel Temer deve ter alta na manhã desta sexta-feira
O presidente Michel Temer deverá ter alta hospitalar na manhã desta sexta-feira (15), informou o médico Roberto Kalil Filho, que coordena os cuidados...
Interrogatório de Lula na Operação Zelotes é marcado para fevereiro de 2018
A Justiça Federal em Brasília marcou para o dia 20 de fevereiro de 2018 os interrogatórios do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva e de seu filho ...


imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions