A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sábado, 16 de Dezembro de 2017

10/02/2010 20:53

PT comemora 30 anos tentando voltar ao poder

Redação

O PT celebra nesta quarta-feira 30 anos de história com direito a posse de novo presidente regional, que aconteceu à tarde na sede do partido, e um baile, nesta noite, no bairro São Francisco, também em Campo Grande. Em meio à festa, o ex-governador Zeca do PT trabalha para tornar possível o projeto de retornar ao poder.

Para Wilson Jayme, um dos militantes responsável pela construção do partido no estado, foi uma história de dificuldades. "Tiveram momentos que várias pessoas desanimaram", conta o metalúrgico de 52 anos.

"Encontramos muita dificuldade, fizemos disputa sem sucesso porque o PT cresceu sem fazer alianças; tinha como diretriz não compactuar com ninguém", contou.

Ele lembrou que o partido foi criado por pessoas ligadas à Igreja Católica, intelectuais, líderes sindicais e estudantes.

Membro do diretório estadual e coordenador de mobilização do GTE (Grupo de Trabalho Eleitoral), Walber Noleto, de 55 anos, diz que o crescimento do PT, hoje na Presidência da República, não foi por acaso. "Montamos um partido para disputar o poder e ganhar", afirma.

Ele lembrou que o partido começou a ser construído na clandestinidade, pela vontade de um povo que "lutava contra racismo e preconceito contra mulher, negros e pobres".

Para Walber, o tempo provocou o amadurecimento do partido, sem a perda ideológica. "Somos o mesmo partido, mas com outra responsabilidade", afirmou. "Hoje é dia de comemorar em 1º lugar e refletir e saber o que se passou. Temos que respeitar nossa origem".

Wilson Jayme e Walber estão no PT desde o início da década de 80, quando o partido foi criado.

imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions