A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sábado, 16 de Dezembro de 2017

11/05/2013 08:51

Puccinelli avalia negociações com servidores e alinhava projetos de lei

Josemil Rocha
Puccinelli encaminha os projetos de reajustes à Assembleia semana que vem (Foto: Marcos Ermínio)Puccinelli encaminha os projetos de reajustes à Assembleia semana que vem (Foto: Marcos Ermínio)

O governador André Puccinelli vai avaliar com sua equipe os resultados das negociações com servidores estaduais a fim de já começar a definir os projetos de lei que encaminhará à Assembleia Legislativa na semana que vem. Os projetos de reajuste dos funcionários devem enviado para a Assembleia Legislativa aprovar até a próxima quarta-feira, dia 15 de maio, visto as leis devem estar aprovadas e sancionadas até o dia 18, quando a Secretaria Estadual de Administração processa a folha de pagamento do mês de maio.

Puccinelli ainda aguardará os resultados das assembleias dos servidores para definir os números que constarão dos projetos de lei. São 22 categorias de funcionários estaduais que estão em negociação com o governador. Na última negociação, ontem, André ofereceu 9% de reajuste para os administrativos da Educação. A Fetems (Federação dos Trabalhadores em Educação de Mato Grosso do Sul) realiza assembleia de servidores administrativos na próxima terça-feira para discutir a proposta do governo.

Na última quarta-feira, durante reunião com a Feserp/MS (Federação dos Servidores Públicos de Mato Grosso do Sul), o governador apresentou proposta de reajuste salarial para os servidores públicos estaduais para os próximos três anos. Neste ano, o reajuste linear proposto para os 65 mil funcionários é de 5%, passando para 8% em 2014 e 10% em 2015, exercício em que não estará mais governando o Estado.

O presidente da Feserp/MS, Rudney Vera de Carvalho, informou que a proposta de reajuste linear de 5% fica abaixo da inflação acumulada nos últimos 12 meses, de 6,43%, segundo o IPCA-E (Índice de Preços ao Consumidor Amplo Especial) do IBGE. Mas, para os servidores filiados à Feserp, que incluem-se os agentes penitenciários, administrativos, agentes educadores, segundo Rudney, o governador teria se comprometido a dar um reajuste de 7% neste ano.

Os reajustes diferenciados, segundo o governador, visam corrigir distorções nas carreiras do funcionalismo público estadual. Conforme Rudney, a intenção de André é fazer todas as correções até o fim do seu mandato, em 2014, ano em que pretende pagar os salários de novembro, dezembro e o 13º dentro do exercício, não transferindo despesa de folha salarial para o sucessor.

 

 



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions