A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Segunda-feira, 18 de Dezembro de 2017

07/10/2012 18:24

Puccinelli compara eleição com vitória sobre Zeca em 1996

Fabiano Arruda, Paula Maciulevicius e Aline dos Santos
Governador durante apuração no TRE (Foto: Rodrigo Pazinato)Governador durante apuração no TRE (Foto: Rodrigo Pazinato)


Ao analisar a disputa acirrada e a iminente ida para o segundo turno da campanha para prefeito de Campo Grande, o governador André Puccinelli (PMDB), que acompanha a totalização dos votos na sede do TRE/MS (Tribunal Regional Eleitoral) comparou com a eleição de 1996, em que ele venceu por diferença apertada de votos a disputa contra Zeca do PT e se elegeu pela primeira vez prefeito da Capital.


“Deu 38 pro Zeca, 30 para mim e 23 para o Levi Dias (no primeiro turno) e no segundo turno venci”, lembrou.
O governador reafirmou acreditar que a tendência para o segundo turno é um maior aprofundamento e detalhamento das propostas das candidaturas.


Como exemplo, disse que o eleitor terá a oportunidade de comparar a propostas dos concorrentes que, por sua vez, terão que destrinchar como aplicar recursos públicos, por exemplo.


Diante desse cenário, André cutucou. “O candidato (adversário) vai mostrar que não tem capacidade, que não tem experiência e o Giroto tem. Vai acabar mostrando a fragilidade”, apostou.


Sobre sua participação na corrida, o peemedebista assegurou que vai fazer o que “o marqueteiro dizer”. “Se for para aparecer, apareço. Mas não vou abdicar do meu trabalho”, contou, indicando que não vai se licenciar do cargo para se dedicar a campanha.


Além disso, reclamou do que chamou de “conluio” entre os seis candidatos adversários que atacaram a candidatura de Giroto.


Também admitiu que o eleitor pode ter sentido “fadiga do Nelsinho, fadiga do Giroto, fadiga do André ou do programa eleitoral”, mas que a campanha agora terá como diferença a consistência das propostas.


Puccinelli, o prefeito Nelsinho Trad, o candidato Edson Giroto, além do vice, Dagoberto Nogueira (PDT), acompanham a totalização dos votos da eleição da Capital na sede do TRE. Segundo informações da Polícia Militar, pelo menos 1,5 mil pessoas acompanham os resultados no local.


Conforme resultado divulgado há pouco, com 94% das urnas apuradas (528,243 votos), Alcides Bernal lidera a disputa com 39,8%, Giroto aparece com 28,15% e Reinaldo Azambuja com 26,2%. Vander é o quarto com 4,85%.

Assembleia recebe prestação de contas e fará limpeza de pauta antes do recesso
A última semana de trabalho do Poder Legislativo de Mato Grosso do Sul em 2017 será aberta com a audiência pública para prestação de contas do govern...
Assembleia vota prorrogação de adesão a fundo que regula incentivos fiscais
A prorrogação até 30 de dezembro do prazo para que empresas beneficiadas com incentivos fiscais concedidos pelo governo do Estado se inscrevam no Fad...
Governo do Estado investe R$ 9,2 milhões em infraestrutura em Caracol
Caracol vai receber mais de R$ 2,8 milhões em obras a serem executadas pelo Governo do Estado em parceria com a prefeitura e deputados federais e est...


Melhor o senhor Governador não aparecer e palpitar nesse segundo turno, se não o Giroto vai ser prejudicado.
 
Annelyse Lobo em 07/10/2012 22:14:48
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions