A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sexta-feira, 15 de Dezembro de 2017

02/03/2011 09:43

Governador descarta Osmar Jerônymo para vaga de Celina no TCE

Fabiano Arruda e ítalo Milhomem

Discussões sobre o nome devem ocorrem após o Carnaval

Governador concede entrevista durante inauguração de escola. (Foto: João Garrigó)Governador concede entrevista durante inauguração de escola. (Foto: João Garrigó)

Em entrevista na manhã desta quarta-feira, durante a inauguração de uma escola em Campo Grande, o governador André Puccinelli (PMDB) descartou o nome do secretário de Governo Osmar Jerônymo para a vaga aberta no TCE/MS (Tribunal de Contas do Estado), por conta do falecimento de Celina Jallad.

“Definitivamente não vai ser o Osmar Jerônymo”, comentou o governador.

Puccinelli revelou que teve uma conversa com o presidente da Assembleia Legislativa, Jerson Domingos (PMDB), ontem, e que as discussões sobre o assunto devem ocorre após o Carnaval.

André afirmou que a indicação para a vaga de Celina Jallad será feita pela Assembleia Legislativa, mas que ele vai participar do processo de consenso sobre o nome.

Procedimento - Caso haja consenso, os deputados indicam o nome do sucessor ou elaboram uma lista tríplice a ser encaminhada para decisão do governador André Puccinelli.

Pelo regimento interno, a Assembleia Legislativa pode indicar qualquer pessoa à vaga, não necessariamente um deputado.

Caso a Casa de Leis indique um parlamentar que seja da mesma coligação do deputado Rinaldo Modesto (PSDB), que toma posse nesta quarta-feira na vaga de Carlos Marun (PMDB), a decisão poderia garantir o retorno de Youssif Domingos à Assembleia.

Youssif é o segundo suplente da coligação e pleiteava a vaga de Rinaldo, baseado na discussão sobre a suplência pertencer ao partido ou à coligação.

Temer diz que adiamento da reforma da Previdência foi 'ótimo' para ganhar votos
O presidente Michel Temer procurou mostrar otimismo ao falar sobre a reforma da Previdência ao dar posse ao deputado federal Carlos Marun (PMDB-MS) c...
Diretor da PF entrega ao STF relatório de investigação sobre ministros
O diretor-geral da Polícia Federal, Fernando Segóvia, entregou hoje (15) à ministra Cármen Lúcia, presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), um re...
TRE realiza plantão para cadastramento biométrico neste sábado na Capital
O TRE-MS (Tribunal Regional Eleitoral de Mato Grosso do Sul) realiza neste sábado mais um plantão para atender eleitores de Campo Grande que ainda nã...


coitadinha de quem era dona da vaga, nem foi a missa de 7 dia ja tao pedindo, fazendo esquema, volta fulano sai outro, inclusive ja estou sabendo que estao de olho na vaga de gente viva se acaso ele morrer pra dar a vaga para outro, brincadeira.
 
luiz fernandes em 02/03/2011 12:59:55
No minimo essa vaga deve ser preenchida por uma mulher. Para a força feminina deixada por Celina. Assim como tambem deve preencher os minimos requisitos para o cargo. Não é brincadeira ser conselheiro do TCE/MS. Deve-se no minimo conhecer de leis e saber fundamenta-las. PENSEM BEM. pensem com a RAZÃO
 
Januário de Jesus em 02/03/2011 12:52:24
Socorroooooooooooo........................... Não existe nenhum PROMOTOR OU PROCURADOR QUE VAI FAZER O PAPEL DE FISCAL DA LEI?????/

ESTÃO MATANDO A "CF", NÃO É COISA FEIA NÃO......É A CONSTITUIÇÃO FEDERAL!!

VEJA O QUE ELA DIZ EM RELAÇÃO A CARGOS PÚBLICOS....

Art. 37. A administração pública direta e indireta de qualquer dos Poderes da União, dos Estados, do Distrito Federal e dos Municípios obedecerá aos princípios de legalidade, impessoalidade, moralidade, publicidade e eficiência e, também, ao seguinte: (Redação dada pela Emenda Constitucional nº 19, de 1998)

I - os cargos, empregos e funções públicas são acessíveis aos brasileiros que preencham os requisitos estabelecidos em lei, assim como aos estrangeiros, na forma da lei; (Redação dada pela Emenda Constitucional nº 19, de 1998)

II - a investidura em cargo ou emprego público depende de aprovação prévia em concurso público de provas ou de provas e títulos, de acordo com a natureza e a complexidade do cargo ou emprego, na forma prevista em lei.

MAIS UMA VEZ.....ESTÃO AJEITANDO MAIS UM.....

EITA POLITICOS SEM VER......NHA NENHUM DELES SE PRONUNCIA...CADE O QUE GRITA AO QUATRO VENTOS QUE LEGISLA...E NÃO É DO EXECUTIVO....SE PRONUNCIE DIZENDO QUE ISSO É INCONTITUCIONAL, UM REGIMENTO INTERNO SOBREPONDO A CONSTUIÇÃO FEDERAL...
 
Gilmar candido em 02/03/2011 12:41:45
Ou seja fica tudo como esta.
 
Juarez Delmondes em 02/03/2011 11:18:51
gostaria muito que fosse um nome novo,pessoa honesta, equilibrado,até porque estamos precisando desse perfil, se pudesse eu escolheria o deputado marcio monteiro.
 
maria carla monteiro silva em 02/03/2011 03:56:43
A briga vai ser boa para esta vaga no tribunal de contas do estado, ate eu que sou bobo queria estar la. O tce e o verdadeiro ceu, com a vantagem que não precisa morrer para estar la.
 
dionizio vilalba em 02/03/2011 01:35:21
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions