A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sábado, 22 de Setembro de 2018

25/10/2011 13:01

Puccinelli sugere que União reverta ao SUS juros de dívidas dos Estados

Fabiano Arruda
Como exemplo, governador afirmou que Estado pagou R$ 639 milhões em juros de dívida no ano passado. (Foto: João Garrigó) Como exemplo, governador afirmou que Estado pagou R$ 639 milhões em juros de dívida no ano passado. (Foto: João Garrigó)

O governador André Puccinelli (PMDB) afirmou, na manhã desta segunda-feira, durante solenidade no Hospital Regional, em Campo Grande, que o SUS (Sistema Único de Saúde) é o melhor programa do mundo no papel, no entanto, é deficitário por conta da falta de recursos.

Como solução, Puccinelli sugeriu que o governo federal utilize os juros das dívidas do Estado ao SUS e que o programa necessitaria de R$ 40 bilhões.

“Só o governo de Mato Grosso do Sul pagou R$ 639 milhões de juros de dívida em 2010. O governo federal tem R$ 350 bilhões de reservas, precisa mais?”, questionou.

O governador também opinou que não é interesse da União que seja aprovada a Emenda 29, que redefine percentuais de aplicação na área da saúde para União, estados e municípios. “São bilhões”, comentou.

As declarações de Puccinelli ocorrem no dia em que médicos protestam em todo País sobre contra precariedade e baixa remuneração pelo SUS.

Em Campo Grande, em vez de parar o atendimento, a categoria resolveu fazer diferente: aumentar a quantidade de profissionais na UPA (Unidade de Pronto Atendimento), do bairro Coronel Antonino, numa espécie de operação padrão para mostrar como deveria, segundo eles, ser a real condição de trabalho no sistema público de saúde.



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions