A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Terça-feira, 12 de Dezembro de 2017

17/08/2011 08:17

PV de MS não deve perder espaço com saída de Marina, acredita presidente da sigla

Vinícius Squinelo

Partido perdeu, há um mês, principal nome, Marina Silva, terceira colocada nas últimas eleições presidenciais

A saída de Marina Silva do Partido Verde, levando parte de seus 19,6 milhões de votos conquistados em 2010, não vai afetar a sigla em Mato Grosso do Sul. Pelo menos é o que acredita o vereador e presidente em exercício do partido no Estado, Marcelo Bluma.

“A instituição PV permanece. Aqui no Estado o partido segue fazendo seu trabalho e filiando novos militantes, não acredito que a saída de Marina altere muito esse quadro aqui em MS”, comentou Bluma.

Marina Silva deixou o PV há um mês, prometendo uma atuação independente e a possibilidade da criação de uma nova sigla.

Sobre as próximas eleições municipais, Bluma está animado com a ampliação do número de cadeiras na Câmara Municipal de Campo Grande, que passará a contar com 29 vereadores, oito a mais que o atual.

“Acho que vamos fazer de três a quatro vereadores, a expectativa é esta”, afirmou Bluma, único vereador do PV em Campo Grande nesta legislatura.

Reforma da Previdência deve ser votada na semana que vem, diz Meirelles
A reforma da Previdência deve ser votada na semana que vem, de acordo com o ministro da Fazenda Henrique Meirelles. A declaração foi dada na noite de...
Quanto mais reforma demorar, mais dura será correção, diz ministro
Caso o governo não consiga aprovar a reforma da Previdência ainda este ano, conseguirá em 2018, disse hoje (11) o ministro do Planejamento, Dyogo Oli...


imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions