A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sexta-feira, 16 de Novembro de 2018

08/11/2018 13:12

Reajuste no próprio salário depende da Câmara Federal, dizem deputados

Deputados estaduais dizem que se houver aumento (salário) na Câmara Federal, terá o efeito cascata na Assembleia

Leonardo Rocha
Deputados durante sessão na Assembleia (Foto: Assessoria/ALMS)Deputados durante sessão na Assembleia (Foto: Assessoria/ALMS)

Os deputados estaduais garantem que não há nenhum projeto ou discussão sobre o reajuste em seus próprios salários, no entanto admitem que este aumento depende da Câmara Federal. O argumento é que se houver mudança nos vencimentos dos deputados federais, então terá o “efeito cascata” na Assembleia Legislativa.

O 1° secretário da Assembleia, o deputado Zé Teixeira (DEM), ponderou que o reajuste de 16% nos salários dos ministros do STF (Supremo Tribunal Federal), aprovado ontem (07) no Senado, não era o “momento adequado”, devido a situação econômica do Brasil, assim como o déficit nas contas públicas, no entanto admitiu que pode haver um “efeito cascata” à nível nacional e depois nos estados.

“Não discutimos nada sobre o aumento, mas o nosso salário está vinculado aos deputados federais, sendo 75% do valor. Se eles fizeram o reajuste lá, pode ter o efeito aqui”, admitiu o democrata. Mesma posição do vice-presidente da Assembleia, o deputado Onevan de Matos (PSDB). “O nosso reajuste (salário) depende da Câmara (Federal) e sempre é feito a cada quatro anos”. Ele acredita que o aumento fica para o ano que vem.

Pedro Kemp (PT) também disse que o “assunto” não entrou em pauta na Assembleia, mas que é de “praxe” a correção salarial a cada quatro anos, no final da legislatura. “O que acredito é que se espera a definição lá em Brasília, se tiver o reajuste na Câmara, segue para as Assembleias”, avaliou o petista.

José Carlos Barbosa (DEM) lembrou que as mudanças em Brasília no Congresso Nacional e STF repercutem por aqui. “O salário dos ministro do STF é a base do serviço público, se tiver o reajuste pode ter sim o efeito cascata”. Atualmente os deputados recebem R$ 25.322,25 de salário por mês.



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions