A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Segunda-feira, 21 de Agosto de 2017

27/02/2015 11:07

Reinaldo defende o fim da reeleição aos governantes na reforma política

Leonardo Rocha
Reinaldo diz que não é tempo para se pensar em eleições, mas declarou que é favorável ao fim da reeleição, na reforma política (Foto: Marcelo Calazans)Reinaldo diz que não é tempo para se pensar em eleições, mas declarou que é favorável ao fim da reeleição, na reforma política (Foto: Marcelo Calazans)

O governador Reinaldo Azambuja (PSDB) não quis comentar ou fazer análises das próximas eleições, ressaltando que além de estarem distantes, também tem como foco as ações da sua gestão, neste momento de crise financeira. Ele, no entanto, declarou que na proposta de reforma política é favorável a diminuição de partidos e ao fim da reeleição.

“A eleição está distante, a população nos deu a lição que quer foco nos serviços públicos, deve ser ter uma reforma política no país, já que temos mais de 30 partidos, sou favorável ao fim da reeleição, que prejudica o pais, já que o governante fica mais preocupado em seu reeleger, do que em fazer uma ótima administração”, ressaltou o tucano.

Reinaldo adiantou não vai tratar de política neste momento, apesar de outros partidos já começarem a ser articular para as eleições de 2016. “Precisamos resolver a demandas da população, existe uma crise nas finanças de todo país, com juros altos, falta de recursos, precisamos discutir estas políticas públicas, para buscarmos o desenvolvimento”, apontou.

O governador ainda citou que pretende em breve reduzir impostos, como a alíquota do óleo diesel, lembrou da ampliação do teto do simples, com o intuito de ajudar as pequenas empresas, assim como obras e projetos importantes, como o mutirão da saúde. “Vamos começar esta caravana em março, para acabar com a fila da vergonha”.




imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions