A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quinta-feira, 18 de Outubro de 2018

24/09/2018 18:48

Reinaldo mantém liderança com 40% e juiz Odilon tem 29%, segundo Ibope

Pesquisa, encomendada pela TV Morena, tem 95% de confiança e apresenta margem de erro de 3%

Gabriel Neris
Reinaldo Azambuja lidera pesquisa de intenção de voto em MS (Foto: Marina Pacheco/Arquivo)Reinaldo Azambuja lidera pesquisa de intenção de voto em MS (Foto: Marina Pacheco/Arquivo)
Odilon de Oliveira aparece em segundo na pesquisa do Ibope (Foto: Guilherme Rosa/Arquivo)Odilon de Oliveira aparece em segundo na pesquisa do Ibope (Foto: Guilherme Rosa/Arquivo)

Reinaldo Azambuja (PSDB), candidato à reeleição ao governo do Estado, mantém a liderança de acordo com a pesquisa Ibope divulgada no início da noite desta segunda-feira (24). A pesquisa tem 95% de confiança e apresenta margem de erro de 3%.

O governador aparece à frente com 40% das intenções de voto. Com a margem de erro, teria entre 37% e 43%. O candidato do PDT, o juiz aposentado Odilon de Oliveira, é o segundo colocado nas intenções de voto com 29%. Com a margem de erro, Odilon aparece entre 26% e 33%.

Júnior Mochi, do MDB, somou 5%. Na margem de erro, tem entre 2% e 8%. Humberto Amaducci, candidato do PT ao governo do Estado, tem 4% de preferência dos entrevistados. Com a margem de erro tem entre 1% e 7%. Marcelo Bluma (PV) e João Alfredo têm 2% das intenções de voto cada um. Com a margem de erro os dois têm entre 0% e 5%.

Brancos e nulos resultaram em 10% enquanto 9% dos eleitores, não souberam ou não responderam. A pesquisa Ibope, encomendada pela TV Morena, ouviu 812 eleitores entre 21 e 23 de setembro e foi realizada em 30 municípios. A pesquisa está registrada no TRE-MS (Tribunal Regional Eleitoral de Mato Grosso do Sul): 03695/2018.

Na comparação com a primeira pesquisa Ibope, divulgada no dia 24 de agosto, Reinaldo sobe nas intenções de voto do eleitor de 39% para 40%. Odilon de Oliveira, que antes tinha 24, agora soma 29%. Júnior Mochi subiu de 3% para 5%. Humberto Amaducci apresentou elevação de 2% para 4%. Marcelo Bluma e João Alfredo mantiveram 2% cada um.



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions