A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sexta-feira, 18 de Agosto de 2017

10/03/2017 07:58

Reinaldo se reúne com presidente da Petrobras para tratar da crise do gás

Bancada federal de MS também deve acompanhar encontro

Mayara Bueno
Governador do Estado, Reinaldo Azambuja (PSDB), no meio. (Foto: Alcides Neto/Arquivo).Governador do Estado, Reinaldo Azambuja (PSDB), no meio. (Foto: Alcides Neto/Arquivo).

Nesta sexta-feira (10), o governador de Mato Grosso do Sul, Reinaldo Azambuja (PSDB), tem reunião com o presidente da Petrobras, Pedro Parente. O assunto será a crise do gás, que, se permanecer, pode fazer o Estado quebrar, como afirmou anteriormente o chefe do Executivo Estadual.

A reunião, que também contará com o coordenador da bancada federal de MS, senador Waldemir Moka, será realizada às 15 horas, horário local, em São Paulo (SP). A urgência na questão é porque a arrecadação do ICMS (Imposto sobre Circulação de Produtos e Mercadorias) do gás caiu drasticamente este ano, tudo porque a estatal parou de bombear o gás boliviano.

Conforme o governo, o Estado passou de uma realidade de arrecadação com a importação do gás natural de 18,18% do total de ICMS, em 2014, para 5,67% em 2017, o que deu início à crise no setor. Em 2015, esse percentual caiu para 16,60% e e 11,51% em 2016. A projeção de perdas chega próximo dos R$ 700 milhões.




imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions