ACOMPANHE-NOS     Campo Grande News no Facebook Campo Grande News no Twitter Campo Grande News no Instagram
ABRIL, TERÇA  16    CAMPO GRANDE 23º

Política

Riedel descarta aumento imediato do ICMS e “rumo de MS” sai em 10 dias

Governador enfatizou a preservação do crescimento na reforma tributária, priorizando competitividade estadual

Por Jhefferson Gamarra e Helio de Freitas, de Dourados | 23/11/2023 16:37
Governador Eduardo Riedel durante agenda em Dourados (Foto: Helio de Freitas)
Governador Eduardo Riedel durante agenda em Dourados (Foto: Helio de Freitas)

Em agenda nesta quinta-feira (23) para lançamento de obras em Dourados, a 233 quilômetros de Campo Grande, o governador Eduardo Riedel (PSDB) destacou a importância de preservar o crescimento econômico do Estado e reiterou seu compromisso em não aumentar a carga tributária de Mato Grosso do Sul durante a discussão da reforma tributária em curso no Congresso Nacional.

"Nós temos um grande desafio. Não há perda no momento, até porque o processo todo de recomposição de perdas está estruturado. Nós estamos preservando o crescimento que teve e que pode ter nos próximos cinco anos. Agora, eu não quero imputar, como a gente tem visto no Brasil inteiro, aumento de carga tributária nesse momento, em função disso, para a população", afirmou o Riedel.

Defensor da reforma tributária, o governador salientou ainda a necessidade de abordagem técnica adotada em conjunto com a equipe técnica, o setor produtivo e a sociedade civil organizada para tomar uma decisão concreta nos próximos 10 dias. Essa deliberação, segundo ele, determinará o rumo que o Estado adotará na reforma tributária, mantendo um equilíbrio entre a competitividade estadual e a necessidade de desenvolvimento.

"A reforma tributária é importante para o Brasil. Eu sempre fui a favor e continuo sendo. Os desafios que ela traz para o ente público é um desafio saudável para o desenvolvimento do Brasil. Tenho dito isso. E a gente vai buscar proteger o ente público e a sua arrecadação para os investimentos necessários. Mas a reforma necessária está em plena discussão no Congresso Nacional", reforçou o governador.

Agenda – Em seu primeiro compromisso em Dourados, o governador formalizou o convênio entre o governo estadual e a Associação da Colônia Paraguaia de Dourados. O acordo possibilitará a revitalização da sede localizada na região do Altos do Indaiá, conhecida como "Casa Paraguaia".

A reforma, expansão e reestruturação do espaço, que há aproximadamente 20 anos não passava por melhorias, receberá um investimento estadual de aproximadamente R$ 1,8 milhão. Essas mudanças prometem uma transformação completa na estrutura do local. O projeto para a renovação do espaço teve início durante a gestão do ex-governador Reinaldo Azambuja, quando Riedel ocupava o cargo de secretário de infraestrutura do Estado.

No início da noite, às 19h, o governador segue para a inauguração do Hospital da Cassems, localizado no Bairro Jardim Central. A nova unidade tem mais de 13.500 m² de área construída, 163 leitos - destes, 30 são de UTIs - sete salas cirúrgicas, pronto atendimento, Centros de Diagnóstico, Infusão e Hemodiálise e mais de 18 especialidades médicas.

Receba as principais notícias do Estado pelo Whats. Clique aqui para acessar o canal do Campo Grande News.

Nos siga no Google Notícias