A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quarta-feira, 18 de Julho de 2018

03/12/2010 15:48

Se não tiver consenso, PMDB pode fazer prévias em Dourados

Paulo Fernandes

Caso a direção do PMDB de Dourados não consiga entrar em consenso sobre quem será o candidato do partido para disputar a prefeitura na eleição extemporânea, o partido poderá voltar a fazer uso das prévias.

Se eventualmente ocorrerem, as prévias poderão levar os 3,8 mil filiados do PMDB naquela cidade às urnas antecipadamente, para escolher o melhor candidato.

A última fez que o partido fez uso desse instrumento foi neste ano, para decidir o candidato do partido ao Senado. O senador Valter Pereira e o deputado federal Waldemir Moka disputaram a vaga de candidato. Moka venceu e acabou eleito senador. Valter Pereira não aceitou a derrota.

Entre os nomes do partido para concorrer à prefeitura estão o da prefeita Délia Razuk, a do presidente municipal do partido, Laudir Munaretto, a o deputado federal Marçal Filho, além de Antônio Nogueira e Odilon Azambuja.

Nesta sexta-feira, às 17h30, a Executiva faz a primeira reunião para decidir quem será o candidato. Munaretto acredita que o nome poderá ser escolhido hoje mesmo, mas não descarta a realização de prévias.

“Se houver necessidade, tem que se cumprir estatuto do partido. Se até semana que vem o partido não referendar um nome, vamos fazer as prévias, assim como foi para o Senado, que decidiu em prol do Moka”, afirma.

Um outro instrumento muito usado pelo partido, as pesquisas quantitativa e qualitativa também podem ser usadas.



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions