A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Domingo, 23 de Setembro de 2018

06/03/2018 18:17

Sectur e bancada federal negociam emendas para reforma de pontos turísticos

Projeto de reforma da Retunda protocolado prevê repasse de R$ 4 milhões do Ministério do Turismo

Gabriel Neris e Kleber Clajus
Rotunda é um dos pontos turísticos que devem ser reformados (Foto: Marcos Ermínio/Arquivo)Rotunda é um dos pontos turísticos que devem ser reformados (Foto: Marcos Ermínio/Arquivo)

A Sectur (Secretaria Municipal de Cultura e Turismo) está negociando com a bancada federal emendas para que possa reformar alguns pontos turísticos de Campo Grande. A informação é da titular da pasta, secretária Nilde Brun.

Segundo ela, já foi protocolado no Siconv (Sistema de Convênios), do governo federal, um projeto de R$ 4 milhões para a reforma da Rotunda para que sejam feitos repasses via Ministério do Turismo. “Estamos acelerando o processo para que ocorra até o final de março porque é ano eleitoral. Precisamos fechar os convênios antes do prazo [de início das eleições]”, informou a secretária. A Rotunda está localizada na rua 14 de julho, no bairro São Francisco – região central da Capital.

Nilde Brun informou ainda que também trabalha com emendas do deputado federal Elizeu Dionízio (PSDB) e também do senador Waldemir Moka (MDB). Para o deputado foram pedidos R$ 500 mil para a reforma do Relógio das Flores, na avenida Duque de Caxias, o museu José Antônio Pereira e o Armazém Cultural.

Para o Armazém Cultural também há outro pedido de emenda para Moka. Caso a emenda para Moka seja liberada, a secretaria também prevê que haverá recurso para reformar o Horto Florestal.



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions