A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Segunda-feira, 11 de Dezembro de 2017

08/06/2012 08:58

Segundo Moka, Medida Provisória reduz salário dos médicos de hospitais públicos

Aline dos Santos
Moka criticou edição de MP que define reajuste salarial. (Foto: Divulgação)Moka criticou edição de MP que define reajuste salarial. (Foto: Divulgação)

O senador Waldemir Moka (PMDB) criticou a edição da Medida Provisória 568/2012, que define reajuste salarial de várias categorias do serviço público federal.

Médico, o parlamentar afirma que a medida provocará a redução de salário dos profissionais que atendem em hospitais públicos. “O Congresso tinha que devolver a MP para que o Governo reveja alguns pontos que prejudicam algumas categorias”, avalia.

Entidades médicas reclamam do aumento da carga horária de 20 horas para 40 horas semanais. “Já temos carência de médicos para atender a população mais necessitada e essa medida só tende a piorar a situação”, alerta.

O senador declarou que vai procurar o líder do governo no Senado, Eduardo Braga (PMDB-AM), que também é o relator da MP, para corrigir as distorções.



Bem que o senador poderia se preocupar com a desigualdade em remuneração entre judiciario e executivo em geral. No judiciario alguem com determinado função e nivel de educação ganha MUITO mais do funcionário com a mesma grau de instrução no executivo. Tem medico e engenheiro tirando xerox no forum, ganhando mais do que exercendo a propria profissão; isso tira mão de obra qualificado do mercado.
 
Marcos da Silva em 08/06/2012 12:33:28
Luiz Henrique Gomes , existe um piso nacional estabelicido por lei para a categoria onde se inclui os engenheiros, que é em torno de R$ 6 mil, bem longe desses R$ 3 mil que vc falou ai. O Marcos da Silva tem total razão. O judiciário federal ganha bem mais que o pessoal do executivo, e ainda vivem querendo fazer greves, principalmente o pessoal do TRT.
O pior é que o executivo é que leva a fama.
 
Marcelo Dobral em 08/06/2012 04:41:10
Um esclarecimento se faz necessário. Os médicos e veterinários que trabalham em universidades federais recebem por 40 horas semanais exatamente o dobro do que recebem os demais servidores de nível superior. Ou seja, o engenheiro servidor da UFMS recebe aproximadamente R$ 3.000,00 por mês, em jornada de 40 hs semanais, enquanto médicos e veterinários percebem R$ 6.000,00 pela mesma jornada.
 
Luiz Henrique Gomes em 08/06/2012 01:36:53
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions