A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Segunda-feira, 11 de Dezembro de 2017

16/05/2013 16:16

Sem boicote, vereadores deixam votação de projeto do Executivo para terça-feira

Jéssica Benitez

A votação do projeto do Executivo que cria as Secretarias Municipais da Mulher e da Juventude, além de instituir uma Coordenadoria da Defesa Civil, foi mais uma vez adiada. Segundo o líder do prefeito na Câmara Municipal de Campo Grande, vereador Marcos Alex (PT), desta vez os vereadores não colocaram o projeto em pauta porque a medida não dizia de onde seria retirada a verba para elaborar novas pastas, bem como para mantê-las.

Diante da ausência de informações relacionadas ao orçamento uma emenda foi feita pelos parlamentares solicitando detalhamento ao prefeito da Capital, Alcides Bernal (PP). Segundo Alex, o chefe do Executivo, que está em Brasília, preferiu analisar a emenda antes de o projeto ir para votação. “Mas é só um detalhe. Na sessão de terça-feira será votado sem falta”, garantiu o petista.

Pacificação – O líder aproveitou a entrevista para ratificar a boa vontade dos vereadores em aprovar projetos do Executivo, tendo em vista que foram colhidas 22 assinaturas para que a medida que trata da criação das secretarias fosse votada em regime de urgência.

“Não tem queda de braço. Os vereadores estão mostrando para o prefeito que querem colaborar. São coisas boas para a cidade. Tenho certeza de que o Bernal vai ter toda condição de fazer política porque os vereadores estão dando instrumento para isso”, analisou.

Na semana passada a Câmara aprovou por unanimidade projeto enviado por Bernal à Casa de Leis, no qual o progressista alterou da lei proposta pelo ex-prefeito Nelsinho Trad (PMDB), que dispõe sobre a criação Proinc (Programa de Inclusão Profissional), da Fusat (Fundação Social do Trabalho).

 



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions