A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Terça-feira, 15 de Outubro de 2019

17/09/2019 12:43

Sem trazer novas lideranças, deputado vai assumir comando do PP

Como partido não conseguiu trazer deputado federal, comando regional ficará com Evander Vendramini (PP)

Leonardo Rocha
Deputado estadual, Evander Vendramini (PP), durante sessão (Foto: Luciana Nassar/ALMS)Deputado estadual, Evander Vendramini (PP), durante sessão (Foto: Luciana Nassar/ALMS)

A direção nacional do PP buscava lideranças federais para assumir o comando da legenda no Estado, no entanto convites ainda não foram aceitos, por isto o deputado Evander Vendramini (PP) vai assumir a presidência, cargo que antes estava com o ex-prefeito Alcides Bernal (PP).

A intenção do partido era trazer um deputado federal, tanto que fez convites a Luiz Ovando (PSL) e Rose Modesto (PSDB), mas como as tratativas não tiveram desfecho, vão apostar em quem já estava na legenda. “Estas conversas continuam em andamento, mas vou assumir o comando regional, após consenso com as lideranças”, disse Evander.

Ele adiantou que a intenção da legenda é fazer um encontro estadual, para discutir a eleição de 2020, em diferentes cidades, além de vários atos de filiação, inclusive um em Campo Grande. “Temos que fortalecer o partido, para termos bons resultados no ano que vem, que irão servir de base para eleição de 2022”.

A meta a nova direção estadual é eleger em 2022 de um a dois deputados federais no Mato Grosso do Sul. Outra decisão é ter candidato próprio (prefeitura) em Campo Grande, no ano que vem. “Vamos avaliar nomes que possam concorrer, neste caso cito os três vereadores na Capital, o Valdir Gomes, Dharleng Campos e o Cazuza”.

Espaço - Sobre Bernal, o novo presidente diz que ele continua no partido e que se conseguir aval da Justiça, pode concorrer na próxima eleição. “Ele (Bernal) só deixou o comando, mas vai continuar na legenda, podendo participar de todas as reuniões e decisões”.

A sua nomeação (presidente) oficial ao cargo será oficializada até a próxima quinta-feira (19), mas segundo ele, apenas um ato institucional, já que não haverá solenidade ou evento. "Já está definido e agora vamos trabalhar para crescer a legenda no Estado". 

 

imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions