A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sexta-feira, 15 de Dezembro de 2017

22/05/2015 15:26

Senador Delcídio do Amaral defende austeridade para o país voltar a crescer

Antonio Marques
Senador Delcídio do Amaral (PT-MS), líder do governo no Senado, acredita nas aprovações das MPs do ajuste fiscal, na próxima semana. (Foto: Divulgação)Senador Delcídio do Amaral (PT-MS), líder do governo no Senado, acredita nas aprovações das MPs do ajuste fiscal, na próxima semana. (Foto: Divulgação)

O senador Delcídio do Amaral (PT/MS), líder do governo no Senado, acredita que na próxima semana as medidas do ajuste fiscal do governo sejam aprovadas pelos senadores. Com isso, o governo vai poder reduzir os gastos e equilibrar as contas públicas, sem prejudicar investimentos prioritários e as conquistas sociais, avalia o senador sul-matogrossense.

O Senado tem até o dia 1º de junho para aprovar as medida provisórias do ajuste fiscal, senão elas ficam inviabilizadas a partir do dia 2, por ultrapassar o prazo de tramitação no Congresso sem aprovação. “Nós temos uma agenda intensa na próxima semana e eu espero que o Congresso Nacional responda a essas demandas mostrando o entendimento que nós temos do momento difícil que o Brasil enfrenta”, comentou o líder do governo.

Delcídio do Amaral disse que, no momento, é necessário tomar medidas duras para fazer com que o Brasil volte a crescer, mas respeitando, efetivamente, “aqueles projetos que são prioritários para o país na logística, na infraestrutura e, principalmente, nas políticas sociais”, defende.

Apesar das dificuldades para a aprovação de medidas como a MP 665, que ficou para a próxima terça-feira (26), o líder do governo fez uma avaliação positiva da semana legislativa. Segundo ele, aconteceram reuniões excelentes nas comissões permanentes - de Infraestrutura, de Agricultura, de Constituição e Justiça, de Assuntos Econômicos. “Na CCJ, aprovamos o reajuste dos salários dos servidores do Judiciário, tema relevante que agora vai ao Plenário”, relatou Delcídio.

O senador considerou que a semana muito produtiva na qual se avançou e preparou as votações da próxima semana, que será muito apertada do ponto de vista de votações, por conta da análise das MP 665, que toca em questões trabalhistas; a MP 664, que inclui as pensões e o fator previdenciário; e a MP 668, que se refere ao aumento da arrecadação, através do imposto de importação, “que também é muito importante porque vai gerar mais receitas para o Tesouro Nacional”, explicou Deldício.

Prefeitos – Mesmo com a agenda cheia no Senado, Delcídio encontrou tempo para atender aos interesses dos municípios de Mato Grosso do Sul. Ele se reuniu com vários prefeitos do Estado, na Presidência da República, com o ministro da Aviação Civil, Eliseu Padilha. Na ocasião, segundo Delcídio, o ministro passou as informações necessárias aos prefeitos, “que saíram muito contentes porque estão vendo que estamos priorizando a liberação dos recursos que eles precisam para melhorar a qualidade de vida nas nossas cidades”, finalizou o senador.



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions