A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quinta-feira, 14 de Dezembro de 2017

29/10/2013 12:02

Sobre Bernal, presidente do PPS nacional diz que confia no Diretório Regional

Graziela Rezende e Kleber Clajus

Em visita rápida à Câmara dos Vereadores de Campo Grande, na manhã desta terça-feira (29), o presidente nacional do PPS (Partido Popular Socialista) e deputado federal pelo Estado de São Paulo, Roberto Freire, criticou o governo Dilma, além de falar das eleições de 2014 e fazer uma breve análise da crise política vivida pelo prefeito Alcides Bernal (PP).

“O PT tem muitos vícios e trata com descaso não só a república, mas também a democracia. Há muito tempo dizemos que o governo é incompetente. Na Câmara dos Deputados não ocorrem mais debates e sim monólogos”, afirma o presidente, indicando uma interferência do Executivo em relação às ações do Legislativo.

Com relação às eleições de 2014, o partido pretende analisar os candidatos que estarão presentes na disputa. “Vamos discutir nas convenções do partido, inclusive com os lados cotados para uma possível aliança, com Aécio Neves (PSDB) ou Eduardo Campos (PSB)”, avalia o presidente.

De todas as discussões, a intenção é fazer com que 2014 se transforme nitidamente no “período da mudança”. Na Capital, ele fala sobre um possível apoio a Delcídio do Amaral (PT), ou até mesmo uma provável candidatura do Reinaldo Azambuja (PSD), além da aliança com o PT. “Não existe verticalização do executivo nacional com relação as alianças estaduais. Agora a disputa é pelo Estado e tem uma outra relevância”, comenta Freire.

O último e polêmico assunto foi o mandato do prefeito da Capital. “Não tenho informações suficientes para fechar uma análise precisa sobre o que está ocorrendo, mas confio nas decisões do Diretório Municipal”, finaliza o presidente, que estava acompanhado do presidente regional do partido, Athayde Nery e da vereadora Luiza Ribeiro (PPS).



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions