A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quinta-feira, 17 de Agosto de 2017

08/05/2017 20:34

TRE absolve prefeita de Fátima do Sul de acusação de compra de votos

Nyelder Rodrigues
Prefeita foi eleita em 2016 para seu terceiro mandato à frente de Fátima do Sul (Foto: Divulgação)Prefeita foi eleita em 2016 para seu terceiro mandato à frente de Fátima do Sul (Foto: Divulgação)

O TRE-MS (Tribunal Regional Eleitoral de Mato Grosso do Sul) absolveu Ilda Machado (PR), prefeita de Fátima do Sul - cidade localizada a 246 km de Campo Grande -, da acusação de ter comprado votos nas eleições realizadas em outubro do ano passado, quando venceu o tucano Junior Vasconcelos, na época prefeito.

O caso de Ilda ganhou repercussão nas redes sociais após um vídeo mostrar ela retirar R$ 200 do sutiã e entregar para a pessoa. A situação foi tratada como compra de votos no início, sendo Ilda condenada nas instâncias menores da Justiça Eleitoral, apesar da defesa alegar que não havia como comprovar tal fato.

Porém, a prefeita foi julgada na tarde desta segunda-feira (8) pelo TRE, e segundo o site Siliga News, de Fátima do Sul, foi inocentada. Junior Vasconcelos admitiu a derrota nos tribunais em seu perfil no Facebook e desejou boa sorte à prefeita.

Ilda, que é esposa do ex-deputado estadual Londres Machado e mãe da deputada estadual Grazielle Machado (ambos do PR), administrou Fátima do Sul de 2005 a 2012, quando foi substituída por Junior (2013 a 2016).

O ex-prefeito também respondia por abuso de poder, já que fez a entrega de chaves de casas populares na véspera do período eleitoral. Ele também foi julgado nesta segunda.

 




imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions