A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sábado, 19 de Janeiro de 2019

24/04/2017 16:33

Justiça cassa prefeita de Fátima do Sul pela segunda vez por compra de voto

Paulo Nonato de Souza
A prefeita Ilda Machado e o seu vice-prefeito Altair Vieira de Albuquerque foram cassados por decisão da juiza eleitoral Rosângela Alves de Lima Fávero (Foto: Divulgação)A prefeita Ilda Machado e o seu vice-prefeito Altair Vieira de Albuquerque foram cassados por decisão da juiza eleitoral Rosângela Alves de Lima Fávero (Foto: Divulgação)

Por compra de votos, a juíza eleitoral Rosângela Alves de Lima Fávero anunciou nesta segunda-feira, 25, a cassação dos diplomas da prefeita de Fátima do Sul, Ilda Salgado Machado, e do seu vice-prefeito, Altair Vieira de Albuquerque, ambos do PR.

Assinada pela juiza eleitoral na última terça-feira, 19, a setença em primeira instância só entrou hoje no sistema do TRE/MS (Tribunal Regional Eleitoral de Mato Grosso do Sul) e deve ser publicada na quarta-feira, 26, no Diário Oficial da Justiça Eleitoral, quando começa a contar o prazo de três dias para recurso.

Com o número 456-37.2016.6.12.0004, a cassação da prefeita e do vice-prefeito prevê efeito automático de inelegibilidade de oito anos subsequentes à eleição de 2 de outubro de 2016, além da nulidade dos votos e multa de 10 mil UFIR’s.

Esta é a segunda vez que a prefeita Ilda Salgado Machado é cassada por decisão da magistrada da 4ª zona eleitoral de Fátima do Sul em menos de um ano. A primeira foi em novembro de 2016, menos de um mês depois de ela ter vencido a eleição com 51.67% (6.882 votos), contra 48.33% (6.438 votos) do candidato derrotado, Junior Vasconcelos, do PSDB.

Como na vez anterior, a juiza eleitoral Rosângela Alves de Lima Fávero considerou como prova um vídeo onde aparece a então candidata Ilda Machado entregando R$ 700 a um eleitor em troca do voto dele e de membros da família.

“Foi apurado que Ilda entregou certa quantia em dinheiro ao eleitor Ederson Ferreira Gonçalves visando obter-lhe seu voto e de seus familiares”, diz a setença da juiza.

Ainda de acordo com a setença, foram localizados bilhetes e anotações na residência de um cabo eleitoral da prefeita, chamado Juliano Leite de Carvalho em que um eleitor de nome Gleisson Passos de Miranda pede dinheiro em troca de voto, e ouvido pela Promotoria de Justiça ele confirmou ter pego medicamentos das mãos de Aline Pereira da Silva, companheira de Juliano.

Casada com o ex-deputado estadual e presidente regional do PR, Londres Machado, Ilda Machada é mãe da deputada estadual Grazielle Machado (PR), e está no seu segundo mandato à frente da Prefeitura de Fátima do Sul.



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions