A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sábado, 16 de Dezembro de 2017

11/11/2014 08:49

TRE dá 72h a 23 candidatos explicarem improbidade na prestação de contas

Leonardo Rocha
Candidatos tem 72 horas para se manifestar sobre irregularidades nas prestações de contas (Foto: Divulgação - Assessoria)Candidatos tem 72 horas para se manifestar sobre irregularidades nas prestações de contas (Foto: Divulgação - Assessoria)

A Justiça Eleitoral notificou 23 candidatos que disputaram a eleição em Mato Grosso do Sul, em 2014, para se manifestar em um prazo de 72 horas, sobre impropriedades apontadas em suas prestações de contas, de acordo com relatório preliminar emitido pela Coordenadoria de Controle Interno e Auditoria.

Entre os candidatos que foram notificados estão os deputados estaduais eleitos Paulo Corrêa (PR), Eduardo Rocha (PMDB), Mara Caseiro (Pt do B), Pedro Kemp (PT), Grazielle Machado (PR), Amarildo Cruz (PT), Ângelo Guerreiro (PSDB), Muarício Picarelli (PMDB), Flávio Kayat (PSDB), Júnior Mochi (PMDB), Renato Câmara (PMDB), Cabo Almi (PT), Maria Antonieta Amorim (PMDB) e Zé Teixeira (DEM).

Nesta lista ainda tem os nomes dos candidatos a deputado federal eleitos Márcio Monteiro (PSDB), Carlos Marun (PMDB) e Tereza Cristina (PSB), assim como da senadora eleita, Simone Tebet (PMDB). Entre aqueles candidatos que não foram eleitos estão Isaías Bittencourt (PRB), Ademar Vieira Júnior, o Coringa (PSD), André Salineiro (PSDB), Antônio Vaz (PRB) e Dautro Fiuza (PMDB).

Os candidatos que disputaram o primeiro turno entregaram suas prestações de contas no dia 4 de novembro, em duas etapas, sendo a primeira através de dados por meio do SPCE (Sistema de Prestação de Contas Eleitoral) e a segunda enviada ao TRE-MS (Tribunal Regional Eleitoral de Mato Grosso do Sul).



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions