A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Segunda-feira, 18 de Dezembro de 2017

07/10/2008 09:55

TSE prepara uso da urna biométrica para eleições de 2014

Redação

Embalado pelo êxito da urna biométrica, que identifica o eleitor por meio de sua impressão digital, utilizada experimentalmente nas eleições de domingo (5) em três municípios - Fátima do Sul (MS), São João Batista (SC) e Colorado do Oeste (RO) -, o presidente do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), Carlos Ayres Britto, já prevê que, nas eleições de 2014, o equipamento será usado em todo o país.

O presidente explicou que a urna biométrica, ao identificar a impressão digital, impede que uma pessoa vote por outra ou vote duas vezes. Ele reconhece que esse equipamento é mais caro - aproximadamente US$ 700, em contraste com os cerca de US$ 500 da urna em uso -, mas defende a tese de que não se pode discutir o preço quando é a segurança que está em foco.

Para Ayres Britto, a urna biométrica representa o futuro, sem qualquer dúvida, pois seria totalmente à prova de fraudes. Para implantar o seu uso em todo o Brasil, a Justiça Eleitoral terá de organizar um cadastro de impressões digitais que seja confiável. Com isso, o registro dos títulos eleitorais precisará ser refeito.

O presidente do TSE informou ainda que há muitos recursos de candidatos que ainda não foram julgados pelo órgão. Por causa disso, afirmou ele, o tribunal fará sucessivas sessões extraordinárias com o objetivo de julgar esses recursos antes da diplomação dos eleitos, dando preferência aos que ainda disputarão o segundo turno das eleições municipais.

imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions