A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Segunda-feira, 11 de Dezembro de 2017

08/08/2013 09:01

Vereador garante que requerimento para instalação da CPI da Homex está pronto

Jéssica Benitez

A terceira CPI (Comissão Parlamentar de Inquérito) da Câmara Municipal de Campo Grande está engatilhada, pronta para ser instalada a qualquer momento. Desta vez a comissão terá objetivo de apurar a real situação deixada pela construtora mexicana Homex, que firmou contrato com a prefeitura da Capital e não cumpriu acordo, tudo para punir os responsáveis pelo abandono.

Segundo o vereador Carlão (PSB), o requerimento para instalação da CPI da Homex está pronto e deve ser apresentado ainda na sessão desta quinta-feira. “Já estou aqui na Câmara aguardando os outros integrantes da comissão. O requerimento está pronto, vamos colher 10 assinaturas e protocolar” disse.

Mesmo sem ter instalado oficialmente a CPI, os cinco integrantes foram definidos previamente: Alceu Bueno (PSL) como presidente, Carlão, Edil Albuquerque (PMDB), Jamal Salem (PR), Edson Shimabukuro (PTB). “Não será uma comissão política, será técnica”, finalizou.

Impasse – A Homex ficou responsável por construir o conjunto residencial Varandas do Campo, no bairro Paulo Coelho Machado. Para se instalar em Campo Grande a construtora teria que entregar também escola e praça para atender as 3 mil famílias que se mudariam para a região. No entanto, a empresa, sequer, conseguiu metade das 3 mil casas e deixou de cumprir diversos acordos firmados com a Caixa Econômica Federal.

Com o fato de a construtora não ter honrado acordo firmado em maio deste ano, que apontava novas datas e prazos para a conclusão do residencial, a instituição financeira acionou o seguro da construção para concluir as obras de 270 casas vendidas por meio do programa Minha Casa Minha Vida, do Governo Federal.

Agora uma nova construtora será escolhida para executar o projeto. Instalada no Brasil desde 2007, a construtora mexicana Homex chegou em Campo Grande na gestão do ex-prefeito Nelson Trad Filho (PMDB). Além de problemas enfrentados na capital sul-mato-grossense, a empresa passa por dificuldades em outras cidades do Brasil.

Trabalhos – Se instalada, esta será a terceira CPI da Casa de Leis. Atualmente duas comissões estão em andamento. A primeira para investigar possíveis desvios de verba pública no tratamento oncológico ofertado pelo SUS (Sistema Único de Saúde) e a outra para apurar a falta de pagamento por parte da prefeitura a prestadoras de serviço, CPI do Câncer e CPI do Calote, respectivamente.



CPI para investigar empresas, é inteligente, mas para apurar o não pagamento é bem suspeita.. quem garante que estas empresas prestaram de fato o que estão querendo receber..tem que investigar isto também..e pedir para os vereadores da CPI do calote,, trazer a publico o que eles realmente fizeram e tem direito a receber,, não da para gastar o nosso dinheiro para quem não fez nada..ainda mais sem saber o que estão cobrando de nós.
 
Odair Alves Teixeira em 08/08/2013 10:15:23
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions