A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quarta-feira, 13 de Dezembro de 2017

12/03/2014 10:55

Vereador que indicou presidente da Agetran pode votar pela cassação

Edivaldo Bitencourt
João Rocha também participou de encontro (Foto: Marcos Ermínio)João Rocha também participou de encontro (Foto: Marcos Ermínio)

O vereador Edson Shimabukuro (PTB) é um dos 20 votos contados pela oposição pela cassação do mandato do prefeito de Campo Grande, Alcides Bernal (PP). Ele indicou o novo presidente da Agetran (Agência Municipal de Transporte e Trânsito), Jean Saliba.

O Campo Grande News apurou que o petebista participou da reunião com o grupo, que decidiu cassar o mandato do prefeito, ontem à noite na casa da vereadora Carla Stephanini (PMDB).

Shimabukuro tem feito mistério sobre o voto, mas é considerado como certo pela derrubada de Bernal. Ele manifestou publicamente o descontentamento com o prefeito por só nomear o presidente da agência e não os demais integrantes. 

Ele teve uma passagem rápida pela sessão comunitária no Conjunto Novo Maranhão e não falou sobre o assunto. Ele foi localizado pelo telefone celular para falar sobre o assunto, mas alegou que estava em reunião e não poderia atender.

Outro que esteve no encontro foi o vereador Jamal Salem (PR), que chegou a ser padrinho da presidente do Instituto Municipal de Previdência de Campo Grande, Lilliam Maksoud Gonçalves. No entanto, ela acabou ficando na cota de Paulo Siufi (PMDB), que também recuou e continua na oposição.

O vereador Eduardo Romero (PTdoB) também esteve no encontro, segundo uma fonte. No entanto, o parlamentar negou que foi à reunião na casa de Carla ontem à noite.



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions