A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quinta-feira, 14 de Dezembro de 2017

13/06/2016 20:48

Veto ao reajuste de 9,57% para servidores pode ser derrubado nesta terça

Nyelder Rodrigues

O veto total do Executivo Municipal à proposta aprovada pelos vereadores de Campo Grande, de reajuste de 9,57% linear aos servidores públicos, será analisado nesta terça-feira (14) na Câmara Municipal. A situação era para ser votada na quinta-feira (9), mas foi adiada para a semana que vem.

O índice de 9,57% foi vetado pelo prefeito Alcides Bernal (PP), alegando que o valor está acima da inflação contraria legislação eleitoral. O prefeito enviou o primeiro projeto sobre em abril, que tinha justamente o reajuste de 9,57%.

No entanto os vereadores rejeitaram a proposta, alegando que os servidores não concordavam com o aumento. Este impasse gerou mais polêmica, porque se passou o prazo previsto na legislação eleitoral.

Depois disto, Bernal alegou que só poderia repassar 3,31%, que se tratava da reposição da inflação do dia 1° de janeiro a 30 de abril. Ele enviou a proposta para os vereadores, que aproveitaram a oportunidade para colocar uma emenda, que previa o reajuste de 9,57%, e assim o prefeito rejeitou o projeto.

Esta será a primeira sessão da semana e contará também com a participação do presidente da Comissão de Direitos Imobiliários, Urbanísticos, Notarial e Registral da OAB-MS (Ordem dos Advogados do Brasil em Mato Grosso do Sil), Alípio Marcus Laca de Oliveira, que falará sobre a revisão do plano diretor da Capital.

Marun ainda quer votar relatório da JBS antes de posse no ministério
Na véspera de ser empossado como ministro da Secretaria de Governo, o deputado Carlos Marun (PMDB-MS), relator da Comissão Parlamentar Mista de Inqué...
Senado aprova R$ 1,9 bi a estados para compensar desoneração de exportações
Após suspender a sessão do Congresso Nacional, o presidente do Senado, Eunício Oliveira (PMDB-CE), retomou os trabalhos do plenário da Casa com o obj...
Temer discutirá data de votação da reforma da Previdência nesta quinta
O anúncio do líder do governo no Senado, Romero Jucá (PMDB-RR), de que a votação da proposta de reforma da Previdência ficará para fevereiro causou r...


imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions