A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quarta-feira, 23 de Agosto de 2017

13/06/2016 20:48

Veto ao reajuste de 9,57% para servidores pode ser derrubado nesta terça

Nyelder Rodrigues

O veto total do Executivo Municipal à proposta aprovada pelos vereadores de Campo Grande, de reajuste de 9,57% linear aos servidores públicos, será analisado nesta terça-feira (14) na Câmara Municipal. A situação era para ser votada na quinta-feira (9), mas foi adiada para a semana que vem.

O índice de 9,57% foi vetado pelo prefeito Alcides Bernal (PP), alegando que o valor está acima da inflação contraria legislação eleitoral. O prefeito enviou o primeiro projeto sobre em abril, que tinha justamente o reajuste de 9,57%.

No entanto os vereadores rejeitaram a proposta, alegando que os servidores não concordavam com o aumento. Este impasse gerou mais polêmica, porque se passou o prazo previsto na legislação eleitoral.

Depois disto, Bernal alegou que só poderia repassar 3,31%, que se tratava da reposição da inflação do dia 1° de janeiro a 30 de abril. Ele enviou a proposta para os vereadores, que aproveitaram a oportunidade para colocar uma emenda, que previa o reajuste de 9,57%, e assim o prefeito rejeitou o projeto.

Esta será a primeira sessão da semana e contará também com a participação do presidente da Comissão de Direitos Imobiliários, Urbanísticos, Notarial e Registral da OAB-MS (Ordem dos Advogados do Brasil em Mato Grosso do Sil), Alípio Marcus Laca de Oliveira, que falará sobre a revisão do plano diretor da Capital.

Câmara adia de novo votação da PEC que cria distritão e fundo eleitoral
Após várias tentativas de votação nesta terça-feira (22), a análise da Proposta de Emenda à Constituição (PEC) 77/03, que altera o sistema político-e...
Câmara aprova parcelamento de dívidas de Estados e municípios com o INSS
A Câmara dos Deputados aprovou na noite desta terça-feira, 22, em plenário, a medida provisória 778/2017, que permite Estados e municípios parcelarem...
Votação da PEC do fim das coligações será retomada nesta quarta-feira
A Comissão Especial da PEC 282/2016, que propõe o fim das coligações partidárias e estabelece cláusula de barreira, teve que suspender o processo de ...



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions