A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sábado, 16 de Dezembro de 2017

07/08/2009 12:41

Zeca e Biffi se encontram no mesmo palanque

Redação

A inauguração do hotel de trânsito da Fetems (Federação dos Trabalhadores em Educação de Mato Grosso do Sul) virou palanque do PT e cenário de encontro entre o ex-governador Zeca e o deputado Antônio Carlos Biffi, que algumas vezes trocaram farpas, mas hoje tiveram um dia de gentilezas. A cerimônia foi nesta sexta-feira, no prédio da entidade, na rua 26 de agosto, em Campo Grande.

 

Biffi cumprimentou Zeca anunciando que o ex-governador pode voltar a comandar o Estado. E os dois chegaram a se abraçar durante o evento. A Fetems, com 20 mil filiados, tem ligação histórica com o Partido dos Trabalhadores.

Além de Zeca e Biffi, o evento contou com as presenças dos quatro deputados estaduais do partido em MS (Paulo Duarte, Amarildo Cruz, Pedro Teruel e Pedro Kemp) e de lideranças históricas do partido.

O próprio presidente da Fetems, Jaime Teixeira, ao chamar Zeca para o descerramento da placa que marcou a inauguração do prédio, afirmou que a liderança pode se tornar o futuro governador de Mato Grosso do Sul. "Que nos perdoe o italiano", acrescentou, se referindo ao governador André Puccinelli, que é naturalizado brasileiro.

A ex-presidente da Fetems, Fátima Aparecida da Silva, chegou a lembrar do tempo que Wilson Barbosa Martins governou o Estado, dizendo que os salários dos servidores viviam atrasados e que isso só mudou quando o PT chegou ao comando do Poder Executivo com Zeca. "Nós somos protagonistas dessa mudança", afirmou.

Biffi - Em entrevista à imprensa, Biffi afirmou que não é contra a candidatura de Zeca ao governo do Estado, mas que defende uma ampla aliança para eleger a ministra-chefe da Casa Civil, Dilma Roussef, presidente da República, e fazer ainda um senador e de dois a três deputados federais do PT por Mato Grosso do Sul.

O deputado federal afirma que se as convenções do PT confirmarem o nome de Zeca como candidato ao governo, que ele se empenhará pela eleição do ex-governador da mesma maneira que se empenhou para eleger Delcídio senador.

"O que eu defendo é uma aliança ampla", afirmou. "Se o partido tiver o Zeca como candidato não sou eu que vou ser contra".

imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions