A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sexta-feira, 15 de Dezembro de 2017

22/03/2011 10:37

Retirada de sem-terra de rodovia teve bala de borracha ontem

Marta Ferreira
Sem-terra mostra bala de borracha disparada durante desmobilização de protesto. (Foto: Hédio Fazan/Dourados Agora)
Sem-terra mostra bala de borracha disparada durante desmobilização de protesto. (Foto: Hédio Fazan/Dourados Agora)

A desocupação da rodovia BR-463, bloqueada ontem por sem-terra ligado à Fetagri (Federação da Agricultura de Mato Grosso do Sul) teve disparos de balas de borracha de policiais da Força Tática da Pm, segundo integrantes do movimento afirmaram após desobstruírem a via.

Segundo os sem-terra, um manifestante foi atingido. Valter Lanclestine reclamava de fortes dores nas costas e mostrava a cápsula da munição que o atingiu.

Cerca de 200 manifestantes trancaram a rodovia durante pelo menos seis horas. O congestionamento chegou a atingir quatro quilômetros.

A Fetragri divulgou que os protestos, que ocorreram também na BR-060, entre Campo Grande e Sidrolândia, e na Br-267, em Nova Alvorada do Sul, foram contra a paralisação das atividades do Incra, alvo de investigação do MPF (Ministério Público Federal).

No local, porém, os manifestantes cobravam a distribuição de cestas básicas e a liberação para a reforma agrária da Fazenda Paquetá, que tem uma área de 18 mil hectares e que o Incra já avisou que não será alvo de desapropriação, por ser terra reivindicada como indígena.

O presidente do Sindicato dos Trabalhadores de Ponta Porã, Orélio Maciel, disse ao site Dourados Agora que a ouvidoria do Incra vai atender o grupo ainda esta semana, motivo pelo qual eles teriam encerrado o protesto.

(Com informações do Dourados Agora)



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions