A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sexta-feira, 15 de Dezembro de 2017

13/05/2014 10:06

MS figura como produtor mais eficiente de algodão do Brasil, aponta relatório

Bruno Chaves
Estado produziu 1.635 kg/ha da cultura na última safra (Foto: Divulgação/Ampasul)Estado produziu 1.635 kg/ha da cultura na última safra (Foto: Divulgação/Ampasul)

Mato Grosso do Sul é o estado brasileiro mais eficiente na produção de algodão, apontou levantamento da Ampasul (Associação Sul-Mato-Grossense dos Produtores de Algodão).

Na safra 2012/13, o Estado colheu 1.635 quilos do produto por hectare e as expectativas para a safra 2013/14 também são boas. Na produtividade em área, o Estado está em quarto lugar.

O relatório semanal “Programa Fitossanitário” da Ampasul, que ficou pronto na semana passada, trabalha com dados da Conab (Companhia Nacional de Abastecimento). O documento lembrou que Mato Grosso do Sul conta com os cotonicultores mais fortes do Brasil.

A eficiência dos estados brasileiros na produção de algodão foi publicada pela Abrapa (Associação Brasileira de Produtores de Algodão). A lista coloca Mato Grosso do Sul no topo, a frente de outras oito unidades da federação.

Mesmo tendo queda (-5,1%) na comparação das safras 2011/12 e 2012/13, de 1.724 kg/ha para 1.635 kg/ha, a produção local continua a maior do País.

Na sequência aparecem os estados do Maranhão, com 1.588 kg/ha; Goiás, com 1.566 kg/ha; Bahia, com 1.504 kg/ha; Mato Grosso, com 1.503 kg/ha; Piauí, com 1.425 kg/ha; Minas Gerais, com 1.365 kg/ha; São Paulo, com 1.333 kg/ha; e Paraná, com 903 kg/ha.

Projeto de eficiência – Para o presidente da Ampasul, Darci Boff, o sucesso do algodão em Mato Grosso do Sul deve-se à capacidade dos produtores em aderir e seguir as tecnologias a eles apresentadas.

Um dos projetos da associação que contribui diretamente para o sucesso é o Programa Fitossanitário do Algodão de Mato Grosso do Sul.

O projeto é desenvolvido da seguinte forma: uma equipe de engenheiros agrônomos visita semanalmente as propriedades para orientar os produtores, gerentes e trabalhadores.

Além do ensinamentos, os engenheiros coletam informações e dados que alimentam as estratégias de controle de pragas, doenças e técnicas para uma produção sustentável.

Os técnicos ainda realizam, frequentemente, reuniões de GTAs (Grupos de Trabalhos do Algodão), onde é possível trocar experiências e dados da cultura durante o ano.

Em todas as regiões do Estado existem GTAs, que são compostos por agricultores, gerentes de fazendas, técnicos e trabalhadores rurais.

Produtividade em área – O maior produtor de algodão brasileiro, em área, ainda é o estado de Mato Grosso. Mato Grosso do Sul figura como o quarto maior produtor da cultura, com área cultivada, neste ano, de 37.164 ha.



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions