A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quarta-feira, 19 de Setembro de 2018

17/09/2009 08:41

MS quer que frigorífico pague 87% a mais que o proposto

Redação

A proposta elaborada pela Famasul (Federação da Agricultura e Pecuária de Mato Grosso do Sul) para que o Independência pague pecuaristas credores contempla valor 87% maior para pagamento à vista que o proposto pelo grupo.

Segundo a assessora econômica, Adriana Mascarenhas, a análise técnica do plano de recuperação judicial mostrou que é possível pagar à vista créditos de até R$ 150 mil sem comprometer o fluxo de caixa. O valor proposto pelo grupo foi de R$ 80 mil.

Adriana afirma que a proposta da Famasul teve grande apoio entre os criadores que participaram ontem da assembléia preparatória para a assembléia de credores que será no dia 28 de outubro, às 9 horas (horário local), em Cajamar (SP). Com pagamento de créditos de até R$ 150 mil até 15 de dezembro e correção pela poupança, mais de 80% dos credores seriam beneficiados.

Os valores excedentes seriam divididos em 36 meses com correção mensal pela poupança. Outra proposta é que a categoria de pecuaristas se enquadre como prioritária, ao lado dos funcionários. "Para o frigorífico voltar operar são duas categorias imprescindíveis", argumenta Adriana Mascarenhas.

A proposta será levada à próxima assembléia, marcada para o dia 22 de setembro, na Federação de Agricultura de Goiás.

A indústria deve pagamento referente a 30 mil cabeças de boi no Estado. São R$ 179 milhões devidos a pecuaristas de todo o País.

imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions